Qui, 12 Julho 2018 09:55

Unifor apresenta projetos de Inovação em Saúde

Cientistas da Unifor modificam genes de cabra para a produção de leite com características humanas (Foto: Ares Soares)
Cientistas da Unifor modificam genes de cabra para a produção de leite com características humanas (Foto: Ares Soares)

Já imaginou um dispositivo que auxilia no tratamento de transtornos de equilíbrio usando realidade virtual, como num video game? Ou utilizar um pequeno dispositivo que monitora o coração e que seja capaz de prevenir futuros episódios cardíacos? Essas foram algumas propostas apresentadas por pesquisadores e estudantes da Unifor durante o I Workshop de Inovação em Saúde.

Tendo a área da saúde como alvo, professores e alunos demonstraram diversos projetos com altas possibilidades de investimento, e que podem, futuramente, estar em nossas casas, ajudando a manter a qualidade de vida.

Confira alguns projetos apresentados:

Projeto VIVER 

Ferramenta que auxilia no tratamento de transtornos de equilíbrio corporal, utilizando óculos de realidade virtual. A alta qualidade de imersão gera sistemas de avaliação e significativa redução de custos.

Como funciona
“Acoplamos, no celular, um dispositivo de realidade virtual e uma balança, que calcula o centro de pressão do paciente. O terapeuta vai precisar somente desses dois equipamentos, e com a realidade virtual, ele vai conseguir gerar praticamente qualquer estímulo do paciente. Em paralelo, todos os dados são coletados em uma balança e pelo sensor do celular para poder gerar alguns dados quantitativos que podem auxiliar o terapeuta no diagnóstico do paciente”, explica o professor Daniel Valente sobre o funcionamento da ferramenta.

O projeto foi desenvolvido em parceria com a Universidade de Fortaleza, a Valente Studio e a Clínica Otos, tendo como coordenador do projeto o Prof. Daniel Valente.

AUDO - Solução para Gestão de Laudos e Exames

Empresa que desenvolveu um produto que faz armazenamento e distribuição de exames de imagens em clínicas de diagnóstico.

Como funciona
Adquirem-se as imagens a partir de qualquer modalidade, como uma tomografia ou um raio-X, que são enviadas para o médico. Através da Nuvem, o médico pode ter acesso a esse exame sem precisar de download, fazendo o laudo médico. Depois ele devolve para a clínica em formato de Nuvem, e assim que ele faz essa disponibilização, o paciente já pode pegar esses exames através de um portal, exatamente como os exames laboratoriais. 

Benefícios e Vantagens
“Queríamos um produto que fosse acessível, mais barato que o normal, e que ele conseguisse ser produtivo. Conseguimos dar acesso, além de aumentar a produtividade tanto do médico, quanto da clínica, reduzindo custos”, explica Milena Rosado, CEO da AUDO.

Renal Health - Inovações tecnológicas para educação em saúde do paciente

Nova proposta no cuidado da doença renal crônica, que recebe o apoio institucional da Sociedade Brasileira de Nefrologia. Tem como objetivo, aumentar a adesão dos pacientes com doença renal crônica (DRC) ao tratamento, além de fornecer orientações sobre os diversos aspectos sobre a DRC, aumentando os conhecimentos sobre a doença (educação em saúde).

Benefícios para o paciente 
O conhecimento sobre a doença e o aumento da adesão ao tratamento, em qualquer doença, melhora a evolução clínica dos pacientes, ou seja, diminui as complicações e, muitas vezes, até a mortalidade. No caso da doença renal, cujas complicações são inúmeras e a mortalidade ainda é alta (por exemplo, em pacientes que fazem hemodiálise, a mortalidade anual varia entre 10% a 20%), o aumento da adesão ao tratamento certamente contribuirá para reduzir estes números e prolongar a vida destas pessoas. 

Inovações em relação a concorrência 
As principais inovações deste projeto incluem a criação de um aplicativo que reúne informações sobre a doença renal, ferramentas para automonitoramento do tratamento e possibilidade de conexão com ferramentas tecnológicas, como caixa de medicamentos inteligente (que monitora o horário da tomada de medicamentos), palmilha para controle de peso e fitband (pulseira para medida de sinais vitais, como pressão arterial, pulso, temperatura etc.), ressalta Geraldo Bezerra, Professor Adjunto da Unifor do curso de Medicina e Programas de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e Ciências Médicas, e Médico perito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará.

DyHEARTHMon - Monitoramento dinâmico do coração

A ideia do projeto é fazer o monitoramento do coração do paciente, tendo foco as pessoas que já tiveram algum episódio cardíaco ou que, eventualmente, querem fazer um monitoramento da qualidade do seu coração.

Como funciona
“Nós fazemos uma análise estatística através de exames que a pessoa fez, com o monitoramento dinâmico dos dados coletados através do relógio que faz a coleta da frequência cardíaca e da pressão arterial. Através do smartphone, é feito o tratamento dessas informações, além de análise sobre a necessidade de colocar alguns alertas ou não. Eventualmente, a versão do aplicativo na nuvem pode ser acessada tanto pelo gestor como também por pessoas que fazem os cuidados da pessoa que utiliza o relógio”, explica Marcus Alexandre, professor do PPGIA.

Vantagens 
Produto dinâmico, confortável e prático, que possibilita a visualização do histórico da qualidade do coração daquela pessoa. 

Produção de biofármacos em plataforma animal

A ideia do projeto é produzir biofármacos biossimilares e melhorados (biobetters) para o tratamento de doenças impactantes como o câncer e doenças autoimunes.

Como funciona
A plataforma está baseada na produção de biofármacos a partir de animais geneticamente modificados. Biofármacos constituem a classe de drogas mais inteligente da atualidade, resultando em tratamentos altamente eficazes e seguros. A plataforma animal, baseada no uso de animais geneticamente modificados, representa uma plataforma de produção altamente inovadora, produtiva, escalonável e segura para a síntese de biofármacos.

Benefícios para o paciente 
A plataforma utilizada permite a produção econômica de biofármacos complexos para o tratamento das doenças mais impactantes. Desta forma, os pacientes e os sistemas públicos de saúde deverão ser favorecidos através da disponibilização de drogas de altíssimo valor biológico por preços mais acessíveis.

Inovações em relação a concorrência
A plataforma animal é mais produtiva, econômica e escalonável quando comparada às principais plataformas de produção concorrentes. Consequentemente, haverá a produção de drogas altamente competitivas, biológica e economicamente, para inserção no mercado biofarmacêutico. 

Impactos para o mercado
O mercado biofarmacêutico é bilionário, acarretando custos altíssimos aos governos, sistemas públicos de saúde e pacientes. A produção de drogas a um custo mais acessível, desenvolvidas através de uma plataforma de produção inovadora, produtiva e econômica, deverá impactar positivamente, desafogando contas públicas e favorecendo a disponibilização dos melhores tratamentos aos pacientes.