angle-left “A arte é uma maneira de transmitir a história da humanidade”, destaca Lenise Queiroz

Qui, 25 Junho 2020 16:16

“A arte é uma maneira de transmitir a história da humanidade”, destaca Lenise Queiroz

Em bate-papo virtual, a presidente da Fundação Edson Queiroz fala sobre a coleção de artes da instituição


Lenise Queiroz é presidente da Fundação Edson Queiroz, mantenedora do Espaço Cultural Unifor. (Foto: Felipe Ferreira)
Lenise Queiroz é presidente da Fundação Edson Queiroz, mantenedora do Espaço Cultural Unifor. (Foto: Felipe Ferreira)

Organizada pela galeria de arte Almeida e Dale, de São Paulo, a live Diálogos Instigantes promoveu bate-papo virtual entre a presidente da Fundação Edson Queiroz, Lenise Queiroz, e a curadora Denise Mattar, na última quarta-feira (24). Para além de uma conversa sobre a coleção de artes da instituição, consolidada na exposição “Da Terra Brasilis à Aldeia Global”, os participantes dialogaram sobre a importância da arte na vida das pessoas, dentre outros assuntos.

“A arte não é só um bálsamo para a alma, um acalanto no coração dos apreciadores. É também uma maneira de transmitir a história da humanidade de uma forma inteligente, porque ela entra nas pessoas sem elas sentirem. Você sai de uma exposição sempre com muitos questionamentos”, pontuou Lenise Queiroz durante a live, que pode ser conferida na íntegra aqui.

A coleção de artes da Fundação Edson Queiroz está abrigada no Espaço Cultural Unifor, que está temporariamente fechado em virtude da pandemia de Covid-19. Composta por obras de renomados artistas brasileiros e estrangeiros, com abrangência de períodos históricos distintos, foi criada e consolidada ao longo de décadas pelo chanceler Airton Queiroz, falecido em 2017, com o objetivo de apoiar e difundir a cultura e as artes.

Espaço Cultural Unifor

Atualmente em fechamento temporário, o Espaço Cultural Unifor, localizado no prédio da Reitoria da Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, tem deixado os amantes das artes com saudades. Inaugurado em 1988, suas modernas instalações já receberam obras de grandes nomes, como Rembrandt, Cândido Portinari, Adriana Varejão e Vik Muniz, e mostras com extenso conteúdo, como a exposição “Da Terra Brasilis à Aldeia Global” - tudo disponibilizado gratuitamente para visitação, como uma forma de tornar acessível o contato com produções artísticas.

É exatamente respeitando a máxima do fácil acesso que o Espaço Cultural está disponível para ser visitado virtualmente por meio da plataforma Google. Uma coleção de imagens em 360º permite que os internautas “passeiem” online por entre suas dependências, incluindo todos os seus andares e imagens de mostras realizadas anteriormente, como a “Antonio Bandeira - Um Abstracionista Amigo da Vida” e a XIX Unifor Plástica.