angle-left Virtualização das aulas possibilita debates e dinamicidade

Qua, 15 Abril 2020 12:33

Virtualização das aulas possibilita debates e dinamicidade

Alternativa faz parte da atual rotina de professores e alunos da Universidade de Fortaleza. Conheça um caso em que ela conectou estudantes internacionalmente para debater sobre a quarentena.


Natália Gonçalves, estudante do curso de Jornalismo da Universidade de Fortaleza (Foto: Arquivo pessoal)
Natália Gonçalves, estudante do curso de Jornalismo da Universidade de Fortaleza (Foto: Arquivo pessoal)

O avanço do novo coronavírus preocupa pessoas em todo mundo, e a quarentena domiciliar tem se mostrado uma saída efetiva para evitar o aumento do número de infectados. Com o cancelamento das aulas presenciais na Universidade de Fortaleza, aulas online estão sendo a solução para manter o semestre letivo acontecendo. Mesmo não sendo uma prática nova, o método de aula virtual é incomum para muitos alunos e professores. Tendo isso em vista, a Unifor disponibilizou a página “Como virtualizar a sua aula” que oferece dicas para conduzir melhor o ensino via internet.

Um dos professores que já aderiram a ferramentas para aulas à distância é Eduardo Freire, do curso de Jornalismo, que montou um sistema diferenciado para ministrar suas disciplinas. Durante o período de quarentena, ele esquematizou datas para aulas, atividades individuais e trabalhos em grupo. O uso de tecnologias também possibilitou situações de maior dinamicidade para os encontros virtuais: uma das aulas de Freire, por exemplo, contou com a participação de duas alunas do curso, Lara Ferreira e Yasmin Rodrigues, e uma egressa, Isabelle Bedê, que estão de quarentena na Itália, atual epicentro da epidemia, onde se encontram para uma temporada de estudos.

Na ocasião, Lara contou que sua rotina de estudos é basicamente a mesma que está sendo praticada por estudantes da Unifor:Os professores estão usando uma plataforma online para ministrar aulas diretamente de suas casas. Inclusive, é a mesma que alguns professores da Unifor estão usando, como o próprio professor Eduardo”. A graduanda também falou sobre seus hábitos em quarentena e disse que ainda está adaptando seus horários conforme os das aulas e deixando tempo livre para fazer o que gosta. Para auxiliar nesse planejamento, a Universidade de Fortaleza já compartilhou sugestões de como programar seu horário de estudos em casa.

Ministrada no último dia 24 de março, a referida aula online foi parte da disciplina Meios Interativos, e proporcionou aos alunos e convidados um bate papo importante sobre o momento de preocupação internacional que o mundo vive. Yasmin Rodrigues conta que, o que antes parecia ser uma fase, mudou quando a doença chegou ao Ceará: “minha ficha caiu quando o primeiro caso foi diagnosticado em Fortaleza”, compartilhou durante a conferência.

Confira a seguir algumas dicas para o melhor aproveitamento de aulas virtuais.

Aos professores

  • Aproveite a variedade de aplicativos e websites disponíveis para criar e compartilhar suas aulas. É possível elaborar slides com uma estética mais atraente e criativa, divulgar plataformas de pesquisa de conteúdo (mapas, artigos, notícias etc.), utilizar serviços de nuvem para trocas e envio de arquivos e investigar diferentes aplicativos de videoconferência;

  • Crie uma programação semanal com horários e prazos definidos para as atividades da turma. Lembre-se de compartilhá-la com os alunos e considerar a flexibidade que o período de quarentena oferece, pois isso também os permitirá planejamento pessoal;

  • Promova reuniões para debate por áudio ou vídeo. Além de discutir o conteúdo da disciplina, é importante que todos tenham espaço para compartilhar suas experiências e descobertas durante a quarentena. Você pode convidar pessoas de fora da turma para participar das conversas e responder perguntas.

Aos alunos

  • Se possível, determine um período diário para estudo;

  • Utilize-se da flexibilidade do estudo à distância para encaixá-lo em seus horários de produtividade, mas respeite também os horários de transmissão das aulas ou encontros virtuais;

  • Cuidado para não se distrair! Evite ficar em redes que distanciem seu foco;

  • Aproveite para pesquisar mais e aprofundar leituras. Se encontrar conteúdos que possam interessar à turma, compartilhe;

  • Utilize agendas e blocos de notas virtuais, pois facilitam o compartilhamento de anotações com os colegas;

  • Lembre-se de delimitar um período de descanso para manter o equilíbrio.