angle-left Demolição do antigo Centro de Convenções entra em fase final

Ter, 26 Novembro 2019 09:27

Demolição do antigo Centro de Convenções entra em fase final

Resíduos sólidos da antiga estrutura serão utilizados para a construção do novo estacionamento da Fundação Edson Queiroz


O total de 100% dos resíduos sólidos coletados serão reaproveitados, promovendo respeito à sustentabilidade ambiental a partir da economia de recursos naturais (Foto: Ares Soares)
O total de 100% dos resíduos sólidos coletados serão reaproveitados, promovendo respeito à sustentabilidade ambiental a partir da economia de recursos naturais (Foto: Ares Soares)

A demolição sustentável do antigo Centro de Convenções está chegando ao fim. Em sua fase final, apenas uma parte do alicerce da estrutura resta ser removida. 

Devolvido à Fundação Edson Queiroz pelo Governo do Estado em junho deste ano, a demolição do antigo equipamento cultural - em virtude da construção do novo complexo de arte e cultura - teve início em 5 de setembro e possui previsão de conclusão em 31 de dezembro.

Ao todo, 100% dos resíduos sólidos coletados serão reaproveitados na construção do novo estacionamento da Universidade de Fortaleza, promovendo respeito à sustentabilidade ambiental a partir da economia de recursos naturais.

Execução dos trabalhos

No local da obra foi instalada uma usina de reaproveitamento de resíduos sólidos, formada por rompedores hidráulicos e pulverizadores de grande potência, capazes de triturar concreto. 

Três subprodutos serão gerados a partir daí: uma base graduada simples, chamada BGS, e o rachão, usados na pavimentação do solo do novo estacionamento da instituição. O terceiro subproduto será o ferro, destinado à Usifort, empresa responsável pela licitação da obra, para retificação e reinserção na cadeia produtiva da indústria da construção civil.

Durante os quatro meses, o campo de obra também serviu como local de aprendizagem para alunos e professores.

Docentes e estudantes da graduação e pós-graduação dos cursos de Engenharia Civil, Engenharia Ambiental e Sanitária e de Arquitetura e Urbanismo tiveram a oportunidade de perceber, de forma prática e in loco, a importância do reaproveitamento de resíduos sólidos. 

Sobre o complexo 

A Fundação Edson Queiroz construirá no local moderno complexo de arte e cultura, composto de museu, teatro, auditórios e salas multifuncionais. O espaço servirá para acolher a coleção de obras de arte da Fundação Edson Queiroz, bem como para apresentação de exposições nacionais e internacionais, que atualmente acontecem no Espaço Cultural Unifor, inaugurado em 1988, reformado em 2004 e ampliado em agosto de 2018. A construção do complexo, que se tornará uma das principais opções de entretenimento artístico e cultural do Ceará, ficará sob a responsabilidade da Fundação Edson Queiroz.

Na lei de devolução da área do Centro de Convenções à Fundação Edson Queiroz, sancionada pelo governador Camilo Santana no início de junho deste ano, o governo estadual ressalta que o complexo cultural da Fundação Edson Queiroz vai gerar “retorno imensurável em diversos aspectos, desde o incremento do turismo à elevação do status do Ceará como polo artístico e cultural do Nordeste”. O novo equipamento dará, assim, continuidade ao trabalho desenvolvimento pelo Espaço Cultural, na difusão da arte e cultura e na formação de plateia.