angle-left Unifor entra no ranking das melhores universidades da América Latina

Ter, 23 Abril 2019 17:55

Unifor entra no ranking das melhores universidades da América Latina

A QS World University Rankings incorporou a Universidade de Fortaleza entre as melhores da América Latina e dos Brics


A Unifor entrou para a mais recente edição do ranking de universidades mais consultado do mundo (Foto: Ares Soares)
A Unifor entrou para a mais recente edição do ranking de universidades mais consultado do mundo (Foto: Ares Soares)

Pela primeira vez, a Universidade de Fortaleza figura no prestigiado QS World University Rankings, que desde 2004 avalia o desempenho de instituições de ensino superior do mundo inteiro. 

A Unifor foi incluída nos rankings da América Latina e dos Brics (bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) pela sua excelência no ensino e na pesquisa. No Ceará, é a única Universidade particular a figurar no ranking.

Nas categorias que se referem ao Corpo Docente com Doutorado (Faculty Staff with PhD), ao Impacto na Web (Web Impact), às Citações por Docente e às Citações por Artigo, a Unifor alcançou uma pontuação de destaque. Essas duas últimas pontuações são indicadores usados pela QS para medir o impacto da pesquisa. 

“Ficamos enaltecidos com esta inclusão da Unifor em um ranking tão importante, porque vimos como reconhecimento ao que estamos fazendo no campo da pesquisa e inovação, inclusive com incrementos dos investimentos, principalmente na contratação de novos pesquisadores de ponta”, afirma Vasco Furtado, Diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Unifor. Há três anos, foi implantado um Parque Tecnológico dentro do campus para compartilhar conhecimentos e soluções com o mercado do Nordeste.

A QS World University Rankings trabalha com professores-pesquisadores do mundo inteiro, que avaliam as instituições de ensino superior pela reputação. Neste quesito, o que chamou atenção foi a Unifor ser citada espontaneamente por grandes pesquisadores, a maioria internacional. 

"A Universidade de Fortaleza tem uma relação com o mundo não só no que se refere à mobilidade estudantil, ou seja, no intercâmbio. Além de receber e enviar estudantes para o exterior, aqui temos professores visitantes de outros países, que vêm trocar experiências com os nossos docentes e discentes, porque entendemos a aprendizagem como um processo global", complementa a reitora Fátima Veras.  

Segundo a página do portal do QS World Top Universities, “a Universidade de Fortaleza oferece desde 1973 as melhores condições para o ensino e a aprendizagem. Com professores qualificados, uma infraestrutura moderna e incentivos para pesquisas e estudos de pós-graduação, tudo isso em uma instituição que mantém um excelente programa de intercâmbio. Os alunos da Unifor e do exterior estão unidos em cursos ministrados no idioma inglês, bem como em diversas atividades oferecidas no campus”. 

Sobre as disciplinas em inglês, o professor Henrique Sá, vice-reitor de Graduação, explica que, mais do que disciplinas ministradas em outro idioma, o ecossistema criado em sala de aula com outros alunos estrangeiros e professores visitantes permite uma formação multicultural de fato.

Neste ranking de 2019 da QS World University Rankings, a Pontifícia Universidade Católica do Chile (UC) foi a melhor colocada entre as instituições latino-americanas, seguida pela Universidade de São Paulo (USP). Em nível mundial, o Massachusetts Institute of Technology (Instituto de Tecnologia de Massachusetts - MIT) ficou em primeiro lugar no ranking. No Ceará, apenas a Universidade de Fortaleza e a Universidade Federal do Ceará são citadas.

Sobre a QS

A editora Quacquarelli Symonds (QS), do Reino Unido, compila rankings universitários desde 2004, quando publicaram a primeira edição do QS World University Rankings. Desde então, os rankings da QS se tornaram a fonte mais popular mundialmente de dados comparativos sobre o desempenho de universidades. Atualmente é uma das três classificações internacionais de universidades mais influentes do mundo, juntamente com o Times Higher Education World University Rankings e a Classificação Acadêmica das Universidades Mundiais.