angle-left Aplicativo ajuda no acompanhamento de gestantes

Sex, 5 Julho 2019 11:41

Aplicativo ajuda no acompanhamento de gestantes

Desenvolvido pelo NATI, aplicativo conta com um plano de gestação e pode reduzir a taxa de mortalidade infantil


Aplicativo
Aplicativo "GestAção" está disponível para o sistema Android (Imagem: Reprodução/Unifor)

A gestação é um período muito especial na vida da mulher e requer cuidados para o pleno desenvolvimento do feto. O aplicativo GestAção, criado pelo Núcleo de Aplicação em Tecnologia da Informação da Unifor (NATI), objetiva auxiliar a mulher durante o período de gestação, associado a assistência pré-natal.

De acordo com o Ministério da Saúde a assistência pré-natal faz a promoção e a manutenção do bem-estar físico e emocional ao longo do processo gestação - nascimento. Lembrando que, é direito da mulher ter um auxílio de qualidade no período gestacional.

No Ceará muitas mulheres desconhecem o pré-natal e acabam tendo complicações no parto, a falta de informação pode estar ligada à atenção básica de saúde precária. O perigo da ausência do cuidado na gestação é que, além da saúde do bebê, a própria saúde da mãe também está em jogo. O ano de 2019 apontou que o estado do Ceará é o 11º no Brasil em relação à taxa de mortalidade infantil, com 13,8 mortes a cada mil nascimentos. A taxa ainda pode cair com o uso do aplicativo na rotina das mães.

Realizado o cadastro no aplicativo GestAção, a gestante recebe conteúdos sobre gravidez, direcionados para o seu momento gestacional. Ela pode utilizar o aplicativo como diário e registrar os sintomas do período de gestação, pode receber alertas de consultas e exames. O programa também tem o espaço “minhas recordações”, onde a gestante tem a oportunidade de fazer lista de compras e outras particularidades para o bebê.

O diferencial do aplicativo é que ele conta com um sistema especialista que indicará possíveis situações de risco na gravidez. O GestAção está disponível para o sistema Android e pode ser baixado no GooglePlay. É importante ressaltar que ele não substitui as consultas de pré-natal, mas apoia o dia a dia da gestante visando uma gravidez assessorada e tranquila.

O grupo que desenvolveu o aplicativo abrange estudantes e coordenadores do Núcleo de Aplicação em Tecnologia da Informação, (NATI) e professores da área de Saúde Coletiva da Universidade de Fortaleza.