angle-left NAMI estende período de vacinação de professores contra a gripe para 30 de junho

Sex, 5 Junho 2020 10:04

NAMI estende período de vacinação de professores contra a gripe para 30 de junho

Atividade faz parte da campanha nacional de vacinação. Docentes devem portar um documento que comprove seu vínculo à Universidade.


 A vacinação acontece no turno da manhã, das 7h30min às 11h, e no turno da tarde, das 13h30min às 15h30min. (Foto: Ares Soares)
 A vacinação acontece no turno da manhã, das 7h30min às 11h, e no turno da tarde, das 13h30min às 15h30min. (Foto: Ares Soares)

O Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI) estendeu o prazo de vacinação de professores para o dia 30 de junho. A ação faz parte da campanha nacional de imunização contra a gripe.  A vacinação acontece no turno da manhã, das 7h30min às 11h, e no turno da tarde, das 13h30min às 15h30min. 

Na oportunidade, ocorre uma triagem com medição de temperatura e sinais vitais. “A triagem faz parte das normas de biossegurança. Se uma pessoa estiver apresentando quadros recentes de febre ou se encontra sintomática de alguma forma, ela não entra e vai ser encaminhada para um infectologista ou outro profissional que possa atendê-la. A vacina não é aplicada nesses casos”, explica Aline Veras, professora do curso de Medicina da Unifor e diretora técnica do NAMI.

Ao chegar no Núcleo, os professores devem informar que o objetivo de sua presença é tomar a vacina contra a gripe, e assim serão direcionados à clínica de vacinação. Após passar pela triagem, deve-se apresentar um documento que comprove a atividade de docência, seja na Universidade de Fortaleza ou em outras instituições (crachá, CTPS ou certidão)

Gripe, resfriado ou Covid-19? 

Os sintomas apresentados em casos de gripe, resfriado e Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) são bastante semelhantes, diferenciando-se por sua frequência ou intensidade. Isso ocorre devido ao fato de que as três doenças são desencadeadas por vírus.

Na gripe causada por H1N1, por exemplo, o indivíduo pode apresentar fortes dores de cabeça, cansaço extremo e coriza, sintomas que não ocorrem de forma muito comum na Covid-19. A falta de ar, por sua vez, é uma característica que se manifesta de maneira mais intensa nos casos desta segunda doença, mas que ocorre raramente na gripe. O resfriado se diferencia pela ausência de febre e por ter espirros frequentes como sintoma.

É importante o lembrete de que essas doenças são causadas por agentes etiológicos diferentes; logo, a vacina da atual campanha não age contra o novo coronavírus. É importante estar atento aos sintomas e relatá-los a um médico.

Serviço

Vacinação de professores contra a gripe
Local: Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI)
Prazo: até o dia 30 de junho de 2020
Horário: 7h30min às 11h; 13h30min às 15h30min
O interessado deve comprovar ser docente da Unifor, portando crachá, CTPS ou certidão