angle-left Cultura e ciência são destaques na programação do segundo semestre de 2019

Qui, 18 Julho 2019 15:05

Cultura e ciência são destaques na programação do segundo semestre de 2019

Acolhida Unifor, Encontros Científicos e Mundo Unifor são eventos que fazem parte do cronograma deste semestre


Confira a programação da Unifor para o segundo semestre de 2019. Foto: Ares Soares.
Confira a programação da Unifor para o segundo semestre de 2019. Foto: Ares Soares.

A Universidade de Fortaleza já tem uma programação diferenciada para o segundo semestre de 2019. Ciência, saúde, arte e cultural estão reunidas nos próximos acontecimentos da Unifor. A programação impacta toda a comunidade acadêmica e viabiliza o acesso à cultura e à ciência para a população em geral. Confira a programação a seguir!

Acolhida Unifor

Durante o mês de agosto a Unifor realiza a tradicional acolhida para os novos alunos. A programação, que acontece entre os dias 17 e 23 de agosto, conta com palestras e acolhidas promovidas pelo Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), Centro de Comunicação e Gestão (CCG), Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) e Centro de Ciências da Saúde (CCS). Além de integrar os estudantes, a Universidade promove ações culturais dentro do campus.

Serviço

Acolhida Unifor
Data: 17 a 23 de agosto de 2019
Mais informações: 3477-3444

Encontros Científicos

A Unifor acredita e incentiva a pesquisa, por isso tem o Encontro de Iniciação à Pesquisa como um dos seus principais eventos anuais. Na ocasião são avaliados os trabalhos desenvolvidos por alunos participantes dos Programas de Iniciação Científica. Neste ano, o XXV Encontro de Iniciação à Pesquisa acontece entre os dias 16 e 19 de outubro, quando os projetos serão apresentados para professores, pesquisadores e estudantes. A iniciativa também visa a interação entre pesquisadores de outras instituições de ensino superior. 

Serviço

XXV Encontro de Iniciação à Pesquisa
Data: 16 a 19 de outubro de 2019
Mais informações: 3477-3444

Mundo Unifor

Arte, cultura e ciência se encontram no Mundo Unifor. A 9º edição do evento acontece entre 17 e 19 de outubro deste ano com o tema “A experiência do conhecimento no mundo em transformação: ética e estética”. O encontro reúne jovens e adultos para discutir questões contemporâneas. Este ano, a programação conta com grandes nomes, como Gilles Lipovetsky, filósofo francês, Contardo Calligaris, dramaturgo e escritor italiano radicado no Brasil, e Conrado Schlochauer, especialista em gestão educacional.

Serviço

Mundo Unifor
Data: 17 a 19 de outubro de 2019
Mais informações: 3477-3106

Doe de Coração

A 17º edição da Campanha Doe de Coração será lançada em setembro deste ano. O mês é dedicado ao incentivo à doação de órgãos por todo país, marcado pelo Dia Nacional da Doação de Órgãos, celebrado no dia 27 de setembro. A iniciativa tem impactado nas doações do Estado com divulgações nas mídias sociais e nos veículos de comunicação, ações sociais e distribuição de camisas da campanha.

Em 2018, a Unifor recebeu o cancerologista Drauzio Varella para o lançamento da 16º edição da campanha e reuniu mais de 1.500 pessoas na Praça Central do campus. Na ocasião, a vice-presidente da Fundação Edson Queiroz, Manuela Queiroz Bacelar, salientou que o objetivo da campanha é salvar vidas e dar esperanças para as famílias que estão na fila de espera.

Serviço

Doe de Coração
Mais informações: 3477-3106

Unifor Plástica

Este ano, a Unifor Plástica estará em exibição a partir do dia 8 de outubro, celebrando sua 20º edição. A exposição bienal de arte contemporânea tem promovido artistas cearenses ao longo dos anos. A mostra acontece desde 1973, ano de fundação da Unifor, e acredita na importância da divulgação e celebração da arte contemporânea brasileira.

Grandes nomes, como José Albano, Eduardo Eloy, José Tarcísio, Carlos Macedo, Eduardo Frota, José Guedes, Waleria Américo, Jared Domício e Rodrigo Frota já foram destaque na Unifor Plástica. A última edição da mostra teve como tema principal o artista cearense Sérvulo Esmeraldo. A XIX Unifor Plástica: “Uma constelação para Sérvulo Esmeraldo” ficou exposta no Espaço Cultural da Unifor de outubro de 2017 até janeiro de 2018.

Serviço

Unifor Plástica
Data de exibição: a partir do dia 8 de outubro de 2019
Local: Espaço Cultural Unifor
Mais informações: 3477-3319

Dia T

O Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) promove o Dia T no dia 7 de dezembro. O evento semestral é aberto ao público e expõe para os visitantes os projetos desenvolvidos pelos alunos a partir de práticas feitas nas aulas. A mostra tecnológica traz as possibilidades da área através de trabalhos, protótipos e experiências. 

Serviço

Dia T
Data: 7 de dezembro de 2019
Local: Ginásio Poliesportivo da Unifor
Mais informações: 3477-3085

Menos 30 Fest

O festival reúne pessoas de todas as idades para palestras, oficinas práticas e mesas-redondas para discutir temas inovadores. A segunda edição do evento na capital cearense acontece no dia 10 de agosto, realizada pelo Sistema Verdes Mares e apoiada pela Unifor. Fortaleza recebeu a primeira edição do Menos 30 Fest no ano passado, depois de três bem sucedidas edições em São Paulo. O encontro gratuito incentiva a discussão de ideias dos participantes, com o objetivo de desenvolver atitudes empreendedoras e promover uma reflexão sobre as possibilidades do futuro.

Serviço

Menos 30 Fest
Data: 10 de agosto de 2019
Mais informações: 3477-3106

Espetáculo Rent

Durante o mês de agosto o Teatro Celina Queiroz recebe o Espetáculo Rent. O musical acontece como parte do projeto Ciência e Arte XXI, criado pela Pós-Unifor em parceria com a The Biz - Escola de Arte. A iniciativa visa desenvolver as duas áreas de conhecimento a partir do fortalecimento de competências profissionais exigidas pelo mercado. O espetáculo será utilizado como uma metodologia de ensino para os alunos das especializações e dos MBAs, que poderão participar ativamente da produção artística do evento. As apresentações acontecem nos três últimos finais de semana de agosto.

Serviço

Espetáculo Rent
Data: 8, 9, 10, 11, 15, 16, 17, 18, 22, 23, 24 e 25 de agosto de 2019
Local: Teatro Celina Queiroz
Horário: 19h (quinta a sábado) / 20h (domingo)
Mais informações: 3477.3383 – latusensu@unifor.br

XXXII Semana do Direito

Apoiada pela Ordem dos Advogados Brasileiros (OAB), a Unifor promove a XXXII Semana do Direito. A programação acontece do dia 26 a 30 de agosto, no Teatro Celina Queiroz, e conta com palestras, apresentação de artigos e minicursos relacionados a temas relevantes da profissão. Palestrantes convidados estarão presentes para falar sobre as perspectivas da área jurídica.

Serviço

XXXII Semana do Direito
Data: 26 a 30 de agosto de 2019
Local: Teatro Celina Queiroz
Mais informações: 3477-3326

Molde de máscara caseira

Molde da máscara

Baixe a versão para impressão do gabarito em PDF. Imprima em A4, em escala 100%.

Baixe o PDF
Como fazer uma máscara caseira - passo 1

Passo 1

Recorte o tamanho mais adequado entre os modelos ao lado e prenda-o ao tecido com um alfinete. Corte o tecido usando o papel como guia. Repita o processo para ter quatro peças iguais

Como fazer uma máscara caseira - passo 2

Passo 2

Sobreponha duas peças, com a face que ficará exposta voltada para dentro. Costure a lateral e repita o processo com as outras duas peças. Faça os pontos próximos e arremate com nó nas extremidades. Use uma máquina de costura se tiver à disposição.

Como fazer uma máscara caseira - passo 3

Passo 3

Abra uma das peças, deixando a costura e a face que ficará escondida para baixo.

Como fazer uma máscara caseira - passo 4

Passo 4

Fixe as fitas nas extremidades usando um alfinete, deixando uma pequena sobra para fora. As fitas devem ficar “apontadas” para o centro. Se preferir, é possível usar um elástico no lugar das fitas.

Como fazer uma máscara caseira - passo 5

Passo 5

Sobreponha a outra peça costurada por cima, com a costura e o lado que ficará escondido para fora. Se tiver à disposição um material hidrofóbico, como TNT, acrescente mais uma camada.

Como fazer uma máscara caseira - passo 6

Passo 6

Costure as duas peças, deixando um pequeno vão aberto em uma das laterias para a passagem das fitas. Para melhorar a vedação sobre o nariz, insira um arame sob um tira de tecido costurada.

Como fazer uma máscara caseira - passo 7

Passo 7

Puxe as fitas pelo vão para virar a máscara do avesso, expondo o lado principal para fora e escondendo as costuras.

Como fazer uma máscara caseira - passo 8

Passo 8

Finalize costurando o buraco que ficou aberto para passagem das fitas.

Como fazer uma máscara caseira - passo 9

Passo 9

Amarre as fitas atrás da cabeça. Ao colocar a máscara, certifique-se de que o nariz, a boca e o queixo estão cobertos. Para crianças, considere fazer desenhos ou usar estampas lúdicas.

Cuidados especiais com a máscara caseira - dica 1

Cuidados especiais

Não deixe a máscara ficar úmida, pois isso irá facilitar a passagem do vírus e proliferação de bactérias. Lave a máscara após cada uso ou a cada duas horas. Dê preferência à água quente e detergente. Seque à luz do sol.

Cuidados especiais com a máscara caseira - dica 2

Uso individual

As máscaras são de uso individual e não familiar. Tenha várias para sempre ter uma limpa enquanto as outras estão sendo lavadas ou secando. Não toque a máscara durante o uso. Se tocar, lave imediatamente as mãos.

A diretriz da OMS está baseada, em parte, na preocupação de que o consumo desenfreado de máscaras pela população em geral provoque a falta do produto para quem mais precisa. Ou seja, a ideia é priorizar o uso onde ele é mais importante, seja reduzindo a propagação do vírus por pessoas que já estão infectadas ou protegendo aquelas que estão muito expostas.

As lacunas não respondidas já começam a ser debatidas. Uma delas, é a impossibilidade de se identificar pessoas infectadas mas que ainda não desenvolveram sintomas ou que nunca os desenvolverão mas que mesmo assim transmitem a doença.

Propagação pode ser reduzida

No Brasil, pessoas com sintomas leves de coronavírus, como coriza e febre baixa, não fazem teste para Covid-19 e, consequentemente, também não são orientadas a usar máscara para proteger familiares. E mesmo as que fazem os exames precisam esperar dias para saber se estão infectadas ou não.

A propagação do vírus por essas pessoas poderia ser reduzida se toda a população usasse máscaras. Jornais americanos, como o New York Times e o Washington Post, e o britânico The Guardian já defendem o uso de máscaras por toda a população e estão ensinando seus leitores a fabricar suas próprias máscaras em casa.

A solução "faça você mesmo" é interessante porque impede que uma corrida desenfreada à farmácias cause uma crise de oferta e permite o acesso geral à proteção, visto que no Brasil já é praticamente impossível encontrar o produto à venda.

Redução de microrganismos expelidos

Dois estudos publicados em revistas científicas atestam a eficácias de máscaras caseiras na proteção contra a gripe, que é transmitida de forma muito semelhante ao vírus da Covid-19 . Elas não protegem tão bem quanto uma máscara cirúrgica comum, e menos ainda que a N95, mas não ficam muito atrás.

Um dos estudos, produzido por pesquisadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, atesta que máscaras caseiras reduzem significativamente o número de microrganismos expelidos, embora uma máscara cirúrgica seja três vezes mais eficiente em bloquear transmissões.

O estudo também atesta diferentes graus de proteção dependendo do material utilizado. Toalhas de cozinha e saco de aspirador são mais eficientes, mas dificultam a respiração. O mais indicado é usar tecidos de algodão, como o de camisetas ou de roupas de cama. Quanto mais densa a malha, melhor.

Outro estudo, financiado pelo Ministério da Saúde da Holanda, atesta que máscaras caseiras oferecem proteção significativa, embora menos eficientes que máscaras cirúrgicas. O estudo também destaca que elas não sofrem de escassez de fornecimento, nem precisam de recursos adicionais para serem produzidas em larga escala.

Fonte: Folha de São Paulo.