angle-left I Encontro do TEC-Unifor reuniu empresas para tratar de empreendedorismo, gestão e inovação

Qua, 12 Setembro 2018 13:39

I Encontro do TEC-Unifor reuniu empresas para tratar de empreendedorismo, gestão e inovação

Evento aconteceu no último dia 23 de agosto e contou com a participação de representantes da IVIA e pesquisadores


Professor Carlos Caminha, pesquisador do Laboratório de Engenharia do Conhecimento da Unifor, durante o evento (Foto: Helton Rolim)
Professor Carlos Caminha, pesquisador do Laboratório de Engenharia do Conhecimento da Unifor, durante o evento (Foto: Helton Rolim)

A Universidade de Fortaleza realizou, no último dia 23 de agosto, o I Encontro do TEC-Unifor. O objetivo dos Encontros do TEC é compartilhar experiências entre as empresas instaladas no TEC e a academia. Neste primeiro encontro, a empresa IVIA, do setor de Tecnologia da Informação, foi convidada a falar sobre empreendedorismo, gestão e inovação.

O diretor de Operações da IVIA, Márcio Braga, na abertura do evento, falou sobre a importância do engajamento das pessoas para alavancar o empreendedorismo, bem como a importância para a inovação de um ambiente como o TEC Unifor, que aproxima academia e empresa. Sobre a parceria da IVIA com a Unifor, ele destacou “Para os alunos, existe  a conexão com o mercado, para os pesquisadores, a possibilidade de que a pesquisa dele seja utilizado para a sociedade. Para nós, empresa, é onde nos rejuvenescemos, onde todo o ano temos novos pensamentos e discussões”.

O gerente da IVIA, Carlos Marcellus Cysne, falou sobre agilidade em projetos de tecnologia e inovação, e das barreiras que os pesquisadores e empreendedores encontram na hora de inovar.

Carlos Caminha, doutor em Informática Aplicada e pesquisador do LEC (Laboratório de Engenharia do Conhecimento) da Unifor, falou sobre análise de dados públicos e privados. Ele enfatizou que para manter um controle sobre o rápido crescimento de dados, é necessário dominar técnicas para coletar, validar e extrair informações a partir dos dados. O professor Caminha deu exemplos de projetos de análise de dados com empresas como Esmaltec e Prefeitura de Fortaleza. Por fim, ele também ressaltou as vantagens de ter a IVIA dentro da Universidade. “Como ela é uma empresa que presta serviço para várias outras empresas, ela naturalmente pode indicar essas empresas para trabalhar com a gente”, finalizou.