angle-left Dia do Livro terá programação especial com visita a bibliotecas e exposição

Dia do Livro terá programação especial com visita a bibliotecas e exposição

A Unifor lançará ainda o projeto #BibliotecaParaTodos, com cessão de livros para leitura em casa


Um grande acervo com cerca de 8 mil volumes, entre livros e coleções raras nacionais e internacionais sobre Literatura, Artes, História do Ceará, Biografias e Direito, entre outros temas, está à disposição na Biblioteca Acervos Especiais da Unifor (Foto: Davi Maia/Unifor)
Um grande acervo com cerca de 8 mil volumes, entre livros e coleções raras nacionais e internacionais sobre Literatura, Artes, História do Ceará, Biografias e Direito, entre outros temas, está à disposição na Biblioteca Acervos Especiais da Unifor (Foto: Davi Maia/Unifor)

Com o objetivo de estimular a leitura, a Unifor elaborou programação em comemoração ao Dia Internacional do Livro, que transcorre em 23 de abril

Na ocasião, será lançado o projeto #BibliotecaParaTodos, cuja principal atração será um carrinho com obras de Literatura em geral, incluindo infantil e infantojuvenil. Num primeiro momento, o suporte ficará no Escritório de Prática Jurídica (EPJ), no Bloco Z, atendendo o público beneficiado pelo serviço jurídico gratuito da Unifor, além de alunos e colaboradores da Universidade.

A programação, que também faz parte das comemorações dos 45 anos da Unifor, terá ainda visitas guiadas à Coleção Rachel de Queiroz, instalada na Biblioteca Central da Unifor, à Biblioteca Acervos Especiais, com obras raras, aos livros da exposição “Da Terra Brasilis à Aldeia Global”, no Espaço Cultural Unifor, e ao Setor de Conservação e Restauro de livros antigos.

Biblioteca para todos

A bibliotecária Leonilha Lessa, gerente da Biblioteca Central, explica que a população poderá levar os livros do carrinho-biblioteca para casa, sem prazo fixo para devolução. Além disso, não haverá necessidade de preenchimento de cadastro. “A iniciativa dos ‘livros livres’ em espaços públicos é uma realidade bem difundida no Brasil e exterior, e que permite democratização de acesso aos livros, incentivando o desenvolvimento do hábito da leitura”, complementa Leonilha.

Ela explica ainda que a Unifor aceita doações de livros, centralizadas na Biblioteca Central, para que o acervo do carrinho-biblioteca seja fortalecido e ampliado, permitindo que o projeto tenha continuidade. “Vamos estimular a devolução para que outras pessoas também tenham a mesma oportunidade de ler livros de qualidade”, frisa. 

“O projeto #BibliotecaParaTodos é muito significativo porque introduz à comunidade, que muitas vezes não tem a acesso fácil à leitura, um momento de distração enquanto aguardam atendimento. O tempo passa de forma mais agradável e prazerosa quando você desfruta de uma boa leitura”, salienta a professora Juliana Mamede, coordenadora do curso de Direito e do EPJ.

Visitas guiadas

A programação do Dia do Livro proporcionará ainda, aos participantes, a possibilidade de saber um pouco mais sobre as obras raras de autores importantes do Brasil e do mundo. As atividades são abertas ao público e as inscrições estão disponíveis no link abaixo.

“Contribui também para que as pessoas conheçam a Biblioteca Acervos Especiais, que é aberta para todos, e possibilita o aprendizado não só sobre artes mas também sobre a própria história do livro e de Fortaleza e do Brasil”, afirma Wanessa Cardoso, colaboradora da Acervos Especiais e estudante de Arquitetura e Urbanismo.

O roteiro das visitas guiadas terá início na Biblioteca Acervos Especias, passando em seguida pela exposição Da Terra Brasilis à Aldeia Global, no Espaço Cultural, e pela Coleção Rachel de Queiroz, na Biblioteca Central, encerrando no Setor de Conservação e Restauro. 

Na exposição, além de 280 obras de artistas plásticos de renome nacional e internacional, os visitantes poderão conferir cerca de 25 livros raros, sendo o “Americae Tertia Pars”, de Theodori de Bry, de 1592, o mais antigo e o do “Hino Nacional Brasileiro”, de Joaquim Osório Duque Estrada, com ilustrações de Isabel Pons, de 1968, o mais recente.

Por sua vez, o Setor de Conservação e Restauro existe desde 1988, sendo responsável pelos serviços de higienização, restauração, remontagem e encadernação de livros dos acervos da Unifor e da Fundação Edson Queiroz. Em 2017, o local teve o seu espaço ampliado e hoje conta com quatro funcionários fixos. Ainda no ano passado, o setor restaurou e higienizou mais de 2.600 publicações do acervo especial da escritora cearense Rachel de Queiroz, que foi doado pelo Instituto Moreira Salles, do Rio de Janeiro, à Unifor.

Programação

23 de abril de 2018 (segunda-feira)

9h - Lançamento do projeto #BibliotecaParaTodos
Local: Escritório de Prática Jurídica (Bloco Z)

8h às 10h / 10h às 12h / 14h às 16h / 16h às 18h - 
Visitas guiadas à Biblioteca Acervos Especiais, Exposição Da Terra Brasilis à Aldeia Global, Coleção Rachel de Queiroz e Setor de Conservação e Restauro
INSCREVA-SE AQUI PARA AS VISITAS GUIADAS

Mais informações
Biblioteca Central da Unifor: (85) 3477.3273
Biblioteca Acervos Especiais: (85) 3477.3823