angle-left Fique em casa: é tempo de ligar o som e dançar na sala

Ter, 24 Março 2020 17:05

Fique em casa: é tempo de ligar o som e dançar na sala

Essa é a recomendação da educadora física Ruth Ferreira para os idosos enfrentarem de forma mais tranquila a quarentena.


Ruth Ferreira é da terceira turma de Educação Física da Universidade de Fortaleza. (Foto: divulgação)
Ruth Ferreira é da terceira turma de Educação Física da Universidade de Fortaleza. (Foto: divulgação)

Em virtude das recomendações preventivas de isolamento social ocasionadas pelo novo coronavírus, muitas pessoas estão fazendo atividades físicas dentro de casa e transformando a sala de estar em sua própria academia; algumas inclusive aproveitam videoaulas de educadores físicos para colocar o corpo em movimento. A iniciativa permite manter a forma e aliviar a ansiedade, mas nem todos conseguem praticar atividade física sem o acompanhamento presencial de um educador físico ou fisioterapeuta - os idosos se enquadram nesse grupo, por exemplo. 

Em casos assim, a sugestão da educadora física Ruth Ferreira (76) é ligar o som e dançar pela casa. “Dançando, a pessoa se movimenta e ainda relaxa”, complementa Ruth, que desde 2003 ministra aulas de ginástica gratuitas para idosos e idosas dos bairros Castelão e Messejana, integrantes do grupo da FelizIdade. “Como estamos parados seguindo a recomendação do nosso governador, cada vez que uma aluna me manda mensagem, eu digo que é para dançar”, destaca. 

Ruth Ferreira é da terceira turma de Educação Física da Universidade de Fortaleza, tendo concluído o curso em 1979. Trabalhou como professora do Instituto Federal do Ceará e da Secretaria de Esporte por muitos anos. Mesmo depois de aposentada, continuou atuando na área por meio das atividades sociais do grupo FelizIdade. “Amo minha profissão. Só vou deixar minhas alunas quando eu não puder mais exercê-la”, compartilha a educadora. 

Confira as dicas para atravessar a quarentena de forma mais tranquila 

  • Vestimenta: usar roupas leves e calçado confortável.
     
  • Atividades: cantar, dançar e concentrar-se em pensamentos positivos. 
     
  • Alimentação: consumir alimentos saudáveis para manter a mente e o corpo cheios de energia e vitalizados. Exemplo: arroz, feijão, salada crua, verdura cozida (com pouco óleo) e uma porção de proteína (preferencialmente aves e peixes). A sobremesa deve ser fruta. 
     
  • Hidratação: consumir leite, chá, coalhada, café, sucos e bastante água.
     
  • Exercícios físicos (com orientação profissional): em casa, o ideal são exercícios de articulação, tais como sentar-se e levantar-se, elevar os braços acima da cabeça, abrir os braços lateralmente, elevar os joelhos (um de cada vez), separar as pernas (uma de cada vez) e bater palmas. Também é saudável fazer movimentos só com os braços como se estivesse nadando. Inspirar e expirar. 
     
  • Observações importantes: jamais deve-se praticar atividades físicas em jejum. Antes, durante e depois dos exercícios físicos é necessário beber água moderadamente.