angle-left Menos30 Fest: Inovação e iniciativas locais com alcance global são destaque no evento

Qui, 28 Novembro 2019 13:56

Menos30 Fest: Inovação e iniciativas locais com alcance global são destaque no evento

Inovação tecnológica e empreendedorismo nordestino foram temas debatidos durante o evento


O enfoque principal da palestra foi abordar como as pessoas, em especial os nordestinos, mais de 56 milhões de pessoas distribuídos nos 9 estados da região, enfrentam os desafios cotidianos de forma inovadora. Foto: Paulo Marcelo/Fotonic
O enfoque principal da palestra foi abordar como as pessoas, em especial os nordestinos, mais de 56 milhões de pessoas distribuídos nos 9 estados da região, enfrentam os desafios cotidianos de forma inovadora. Foto: Paulo Marcelo/Fotonic


O Palco Grandes Encontros do Menos30 Fest Fortaleza recebeu a palestra “Inove como um nordestino: Iniciativas locais com alcance global”, na tarde do último sábado (23 de novembro). Durante o momento, Sampaio Filho, Marcela Fujiy e José Milton de Sousa debateram pontos que conectam inovação tecnológica, nordestinos e os desafios cotidianos. 

Mediado pelo jornalista e apresentador da TV Verdes Mares, Luiz Esteves, o enfoque principal da palestra foi abordar como as pessoas, em especial os nordestinos, mais de 56 milhões de pessoas distribuídos nos 9 estados da região, enfrentam os desafios cotidianos de forma inovadora. Além disso, foi mostrado como os pólos tecnológicos despontam na região criando soluções.

Segundo Luiz Esteves, que se considera um cearense inovador, é relevante exaltar atitudes que inspiram. “Uma mesa como essa que fala de inovação, tecnológica e atitudes empreendedoras, serve para reforçar ainda mais a nossa autoestima. Já que, por muito tempo, não tínhamos esse orgulho de quem somos e do que fazemos. Vendo na prática o que os nordestinos estão conseguindo alcançar, resgatamos esse sentimento”, destacou.

Impactar e melhorar a vida de outras pessoas com histórias e exemplos foi um dos objetivos principais dos palestrantes, como Marcela Fujiy alertou. “Não é fácil e nem tem uma receita de bolo, mas ser inovador é conseguir enxergar além do que os olhos veem, muitas vezes algo inovador está ao seu lado e não consegue perceber. Não tem só a ver com tecnologia, tem muito a ver com escutar as inquietações que existem dentro de você e pensar em soluções que estão fora do óbvio", ressalta a Co-fundadora da Be. Labs, uma aceleradora de ideias e negócios de mulheres.

Quem são os inovadores nordestinos que inspiram

Sampaio Filho, empresário, presidente do Sindicato das Indústrias Metal Mecânicas do Ceará (Simec), presidente do Conselho Temático de Inovação e Tecnologia da FIEC, autor do livro “Movido por ideias – A arte de empreender com inovação”. Graduado em Engenharia Mecânica (Universidade de Fortaleza), pós-graduado em Engenharia Mecânica (Universidade de Fortaleza), Engenharia Mecatrônica (UFC/UFSC), Engenharia de Petróleo (Universidade de Fortaleza) e em Inovação Tecnológica (IFCE/IEL).

Marcela Fujiy é Co-fundadora da Be. Labs, aceleradora de ideias e negócios de mulheres. Atuou por 12 anos em multinacionais no Brasil e no exterior e é palestrante nas áreas de empoderamento feminino e gestão. Graduada em Direito (UFPB), pós-graduada em Administração de Empresas (UNIP), certificada em Gerenciamento de Projetos pela George Washington University. Mentora do StartPB - Sebrae PB.

José Milton de Sousa Filho é professor da Pós-Graduação em Administração de Empresas da Unifor. Pesquisador nas áreas de Estratégia, Empreendedorismo e Sustentabilidade. Pós-Doutorado na EGADE Business School, Doutor em Administração de Empresas (FGV-EAESP), mestre em Administração (UFPE) e bacharel em Administração (UFC).  Participa do programa Microeconomics of Competitiveness (MOC) da Harvard Business School. Atuou como gestor e consultor de diversas organizações privadas, públicas e do terceiro setor e é sócio da Wave Aceleradora.