angle-left O novo perfil multifacetado do Engenheiro de Produção

Qua, 27 Novembro 2019 10:57

O novo perfil multifacetado do Engenheiro de Produção

Os profissionais atuam em diversos setores industriais gerenciando recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, a fim de elevar sua produtividade e rentabilidade


Professor Alexandre Rios, coordenador pedagógico do curso de Engenharia de Produção da Unifor (Foto: Ares Soares)
Professor Alexandre Rios, coordenador pedagógico do curso de Engenharia de Produção da Unifor (Foto: Ares Soares)

Projetar, implantar, melhorar e manter os sistemas produtivos com abordagem sistêmica são características fundamentais para um Engenheiro de Produção qualificado. Tais particularidades os capacitam a lidar com sistemas integrados de homens, equipamentos e materiais, e não simplesmente com tecnologias ou produtos de forma isolada.

Atualmente, os profissionais da área estão habilitados a atuar em diversos setores industriais, da construção civil até a gestão hospitalar. Além disso, gerenciam recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, a fim de elevar sua produtividade e rentabilidade das esferas mercadológicas.

Todas essas características formam um profissional cada vez menos técnico e mais multifacetado, perfil demandado pelo mercado de trabalho. Para tanto, as vivências práticas são cobradas desde a graduação, já que a área é majoritariamente prática.

O coordenador pedagógico do curso de Engenharia de Produção da Universidade de Fortaleza avalia o cenário e pontua as novas competências da profissão “A área está cada vez mais diversificada, porém, menos técnico e os profissionais sendo mais gestores, avaliando produtividade e processos. E, pelo fato desse profissional conseguir elevar a produtividade de uma empresa, ele tem um ingresso no mercado de trabalho muito grande”, afirma Alexandre Rios.

Jamille Araújo, egressa do curso de Engenharia de Produção da Universidade de Fortaleza e atualmente Consultora Financeira e de Gestão, ressalta as qualidades que a profissão te oferece, que vão além do conhecimento técnico. “Fazer o curso de Engenharia de Produção me fez enxergar uma empresa como todo, desde pensamentos e dificuldades vividas pelo dono até os seus colaboradores. Aprendi sobre o funcionamento técnico, mecânico e elétrico, mas principalmente seu funcionamento humano. Empresas são feitas de pessoas e de processos, se quer trabalhar ou gerenciar uma um dia, você precisa entender essas áreas. A engenharia de produção te ensina a tirar o melhor delas”, afirma a egressa.

Engenharia de Produção

Sendo a única graduação com formação plena do Ceará, o curso em Engenharia de Produção da Universidade de Fortaleza oportuniza ao estudante uma estrutura moderna e completa, com os seus mais de 20 laboratórios; conexão com o mercado de trabalho, através dos programas de estágio; formação completa e preparação ímpar para o mercado de trabalho, por meio dos incentivos a pesquisa acadêmica e corpo docente qualificado.

As vivências práticas dentro da academia são outras características relevantes da graduação. Como exemplo, a Empresa Jr. do curso, Epro Consultoria, que tem como objetivo executar projetos com excelência, desenvolvendo seus membros para gerar valor aos clientes. Uma oportunidade única para estudantes que querem se capacitar e ter um contato com o mercado de trabalho

“A EPRO Consultoria atua na Universidade de Fortaleza há 8 anos prestando serviços em três diferentes áreas. Gestão Estratégica, Gestão Financeira e Gestão da Produção. Muitos dos participantes são dos primeiros semestres, então eles chegam nas disciplinas específicas com esse conhecimento aprofundado e executado em vivências práticas, com empresas de pequeno, médio e grande porte”, explica Thainá Nunes, presidente da Empresa Jr.

E ressalta que para participar, os passos são simples “Temos dois pré-requisitos na EPRO Consultoria: cursar Engenharia de Produção na Universidade de Fortaleza. E muita força de vontade para aprender”, afirma.

Números

  • Segundo o Ranking do Jornal a Folha de São Paulo (RUF), a graduação em Engenharia de Produção da Universidade de Fortaleza ocupa o 1º lugar geral no Ceará, incluindo 3 instituições públicas e 18 particulares. Já no cenário nacional, no qual existem 601 cursos de Engenharia de Produção (incluindo públicas e privadas), ocupada o 20° lugar. Considerando somente as instituições privadas, alocada em 7° posição, em um parâmetro de 526 instituições
  • A empregabilidade da graduação em Engenharia de Produção da Universidade de Fortaleza é superior a 95%, conforme pesquisa com os egressos dos últimos 3 anos. São os melhores dados dos 19 anos de curso.