angle-left Núcleo de Atenção Médica da Unifor conta com Posto de Coleta de Leite Humano

Qui, 14 Março 2019 14:25

Núcleo de Atenção Médica da Unifor conta com Posto de Coleta de Leite Humano

A iniciativa visa atender uma demanda das mães da comunidade interna e externa da Unifor e conta com Sala de Apoio à Amamentação.


Mulheres que desejam fazer parte do projeto como doadoras ou beneficiárias podem ir ao Posto de Coleta de Leite Humano. Foto: Ares Soares.
Mulheres que desejam fazer parte do projeto como doadoras ou beneficiárias podem ir ao Posto de Coleta de Leite Humano. Foto: Ares Soares.

Inaugurado em agosto de 2016, o Posto de Coleta de Leite Humano (PCLH), uma iniciativa do curso de Enfermagem da Unifor está localizado no Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI) da Unifor, e é vinculado ao Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Geral de Fortaleza (HGF).

O projeto é coordenado pela professora Lucília Falcão com apoio da Liga de Estudo e Pesquisa em Perinatologia (LEPP), do curso de Enfermagem da Unifor. Além de contar com sala de apoio à amamentação e posto de coleta, o espaço é utilizado como apoio para alunas e profissionais da Unifor que precisam ordenhar seu leite e armazenar até a hora de ir para casa, para isso são ofertados frascos e freezer, além de ajuda na hora da ordenha. 

São realizados atendimentos com gestantes e puérperas relacionados a dúvidas durante esse período, também há auxílio quando há algum problema aparente (por exemplo: pega incorreta do bebê), além da coleta de leite que é enviado ao Banco de Leite Humano do HGF. 

Como participar 

Mulheres que desejam fazer parte do projeto como doadoras ou beneficiárias podem ir ao Posto de Coleta de Leite Humano, localizado no Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI) da Unifor. 

Segundo a coordenadora do projeto, a professora Lucília Falcão: “Basta ter interesse em receber orientação sobre amamentação e doação para ser atendido”, destaca. 

Seja Voluntário 

Além de ser mais um local que oferece serviços de saúde para a população de Fortaleza e região metropolitana, o posto de Coleta de Leite Humano da Unifor também é espaço de prática para os alunos do curso de Enfermagem. Por meio da Liga de Estudo e Pesquisa em Perinatologia (LEPP), alunos participam como voluntários das atividades do posto de coleta, que funciona de segunda à sexta, de 8h às 16h. 

A seleção para ser voluntário acontece uma vez ao ano, os candidatos passem por uma prova aberta (redação), entrevista e análise de currículo. A LEPP aceita alunos de todos os cursos da área da saúde que tenham feito alguma cadeira relacionada ao binômio mãe-bebê. O aluno precisa disponibilizar seis horas semanais para a atividade. Sendo quatro horas no posto de coleta e duas para atividades externas.

A presidente da Liga de Estudo e Pesquisa em Perinatologia (LEPP), Mariana Freitas estudante do 9º semestre de Enfermagem explica que os alunos são capacitados para o atendimento assim que aprovados. “Os estudantes que estão hoje na sala do posto de coleta são acompanhados por uma consultora capacitada pelo banco de leite. O aluno tem que está presente uma vez por semana, durante um horário, existe a frequência que é enviada com relatório para o banco de leite. Ele vai realizar atendimento e coleta, então, precisa saber de anatomia, de amamentação, precisam estar aptos a responder as dúvidas dessas mães”, explica. 

Para aqueles que desejam ajudar de alguma forma o Posto de Coleta de Leite Humano da Unifor, a estudante Mariana Freitas alerta para a necessidade de frascos de vidro para o armazenamento de leite. “Nós estamos sempre precisando e aceitamos doações”, destaca. 

Leite Materno

O leite materno é o alimento mais importante para o bebê durante os seus primeiros meses de vida. No leite materno, a criança também encontra anticorpos fundamentais para protegê-la no início da vida. 

Para a mulher, o aleitamento pode proteger contra o câncer de mama e de ovários. Além disso, a amamentação é capaz de ampliar o vínculo afetivo entre a mãe e o bebê. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a amamentação é a principal forma de oferecer ao bebê os nutrientes necessários para sua sobrevivência e seu desenvolvimento.

Amamente e Doe 

O aplicativo “Amamente e Doe” é fruto da parceria entre a Universidade de Fortaleza (Unifor), por meio do Mestrado Profissional em Tecnologia e Inovação em Enfermagem e o Núcleo de Aplicação em Tecnologia da Informação (NATI), com a Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Lançado em 2017, o aplicativo visa ampliar o volume de leite humano materno coletado por doações, consequentemente diminuindo a mortalidade neonatal. Para isso, oferece os serviços de coleta domiciliar de frascos e de leite humano e divulgação do aplicativo nas redes sociais.

Além de disponibilizar diversas informações sobre a importância da doação e sobre os processos de coleta e armazenamento do leite materno. 

O aplicativo está disponível para android e iOS. 

Serviço

Posto de Coleta de Leite Humano
Núcleo de Atenção Médica Integrada - NAMI
R. Des. Floriano Benevides Magalhães, 221 - Edson Queiroz, Fortaleza
Mais informações: 3477-3674
Instagram - Facebook