angle-left Alunos de Cinema da Unifor recebem os principais prêmios no Festival NOIA 2018

Qui, 18 Outubro 2018 09:20

Alunos de Cinema da Unifor recebem os principais prêmios no Festival NOIA 2018

Alian Minerva, Bruno Bressam, Sávio Fernandes e Leão Neto foram agraciados com os principais prêmios do Festival. (Foto: Alan Sousa)
Alian Minerva, Bruno Bressam, Sávio Fernandes e Leão Neto foram agraciados com os principais prêmios do Festival. (Foto: Alan Sousa)

Sávio Fernandes, Alian Minerva, Bruno Bressam e Leão Neto, alunos do curso de Cinema e Audiovisual da Unifor, receberam, juntos, os cinco principais prêmios do Festival do Audiovisual Universitário - NOIA 2018, que reuniu produções audiovisuais de universitários de todo país, em Fortaleza, de 11 a 16 de outubro. A premiação aconteceu no encerramento do festival, no último dia 16, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

Participante da Mostra Brasileira de Cinema Universitário, o curta-metragem “Tommy Brilho” foi o grande premiado da noite: o diretor Sávio Fernandes recebeu os prêmios de melhor filme pelo Júri Oficial, Júri da TV e Júri Popular. Alian Minerva, que compôs, com sua fotografia “Fruto”, a Mostra Cearense de Fotografia Universitária, obteve o prêmio de melhor fotografia na categoria individual. Já Bruno Bressam e Leão Neto, diretores do documentário “Maria Maculada”, participante da Mostra Cearense de Cinema Universitário, foi agraciado com o prêmio de melhor filme pelo Júri Oficial.

Para a coordenadora do curso de Cinema da Unifor, professora Bete Jaguaribe, a premiação é um dos mais importantes reconhecimentos da produção universitária do país. “A participação dos alunos no Festival Noia é importantíssima e a premiação é uma alegria, porque reconhece o talento de uma nova geração de cineastas, graduados nas universidades brasileiras. Nossos alunos vêm conquistando uma série de prêmios nos diversos espaços de distinção audiovisual. É uma alegria enorme para o grupo de professores que acompanha esses jovens em suas trajetórias de formação”,  destaca. Este ano, outras duas produções participaram do Festival: “Uma Memória para a Luz”, de Heládio Filho, e “Aos Meus Pés”, de Felipe Saraiva, ambos exibidos na Mostra Cearense de Cinema Universitário.

“Tommy Brilho”, de Sávio Fernandes

O curta-metragem retrata a vida de Tommy Brilho, o primeiro aluno invisível da universidade, que enfrenta desafios para ser visto por seu crush. Segundo Sávio, o filme tem um teor muito cômico e irônico, com o intuito de divertir o público.

“Fruto”, de Alian Minerva

Segundo a estudante de Cinema Alian Minerva, a fotografia de “Fruto” é uma tentativa de mostrar o corpo humano representado da forma mais orgânica possível. O estilo fine art, reproduzido na obra de Alian, estampa a sua percepção, enquanto artista, do corpo.

“Maria Maculada”, de Bruno Bressam e Leão Neto

O documentário relembra o passado de uma Maria, permeado de marcas e perdas. No início do processo, os diretores tiveram como tema norteador a solidão. Como um gênero híbrido, o documentário acabou percorrendo outros caminhos e, consequentemente, indo além.