Cinema e Audiovisual Bacharelado | Universidade de Fortaleza

jovens se preparando para utilizar a câmera.

Esse curso é para quem quer...

… a melhor formação em Cinema e Audiovisual de Fortaleza, e trabalhar com criação e realização de projetos audiovisuais, direção de cinema e vídeo, de fotografia e arte, roteiro, produção de TV e de cinema, edição de som e imagem.

E planeja...

… criar e realizar seus próprios projetos autorais, assumir funções em produtoras de cinema e vídeo, emissoras de televisão e agências de publicidade, além de trabalhar conteúdo para web, mídias móveis e jogos eletrônicos.

Período
Noite

Duração
4 anos

Vagas
40

Informações para contato

Coordenação: Profa. Elizabete Jaguaribe

  • E-mail de contato: betejaguaribe@gmail.com
  • Fone de contato: (85) 3477.3196
  • Endereço de contato: Bloco R | Sala 04

Por que cursar Cinema e Audiovisual na Unifor?

O curso de Cinema e Audiovisual da Unifor possui nota máxima (5) em Conceito de Curso (CC). O Conceito de Curso é a nota final de qualidade dada pelo Ministério da Educação (MEC) aos cursos de graduação das instituições de ensino superior no Brasil. O Conceito de Curso é obtido a partir da avaliação in loco, por análise de três dimensões na oferta do curso: organização didático-pedagógica, corpo docente e tutorial e infraestrutura.

No curso de Cinema e Audiovisual, você pode produzir materiais audiovisuais como filmes e vídeos artísticos, publicitários, institucionais ou jornalísticos, com a utilização de tecnologias digitais na produção dos conteúdos. Para isso, o aluno desenvolve habilidades para o desenvolvimento de todo o processo de realização audiovisual, incluindo a criação de roteiros e narrativas, produção, direção de arte e fotografia, direção de elenco, sonorização, edição e pós-produção.

As disciplinas também trabalham habilidades de empreendedorismo, ao estimular no aluno competências de gestão de negócios, ética e economia do audiovisual, o que inclui o trabalho com captação de recursos para produções, distribuição, exibição e organização de uma diversidade de negócios. O curso de Cinema e Audiovisual se apresenta como estratégico, tanto do ponto de vista econômico quanto do ponto de vista simbólico, na medida em que forma profissionais para conduzir processos a partir de um recurso que tem centralidade na sociedade contemporânea: a IMAGEM.

O corpo docente de alto nível de formação é um dos principais diferenciais do Curso de Cinema e Audiovisual da Unifor. São doutores, mestres e realizadores audiovisuais com experiência legitimada na academia e no mercado para a construção de um fértil diálogo entre teoria e prática.

Um dos destaques do curso é o seu campo da pesquisa. O aluno de Cinema e Audiovisual incentiva o exercício do pensamento em seus aspectos éticos e estéticos, nos grupos de trabalho voltados para o documentário, ficção e trabalhos em realidade virtual.

A estrutura de excelência do curso de Cinema e Audiovisual da Unifor oferece a você espaços que possibilitam uma formação abrangente. Para isso, o estudante têm à disposição os equipamentos da TV Unifor, os estúdios de televisão, fotografia e rádio, o Laboratório de Produção em Audiovisual e Novas Mídias (Labomídia), as salas de exibição e a midiateca.

Implantada em 2005, a TV Unifor é um espaço de experimentação e formação de novos comunicadores e modelos de conteúdo, por meio da realização de projetos desenvolvidos pela comunidade acadêmica. A emissora dá visibilidade à pesquisa, extensão e ensino, através de programas que promovem o debate sobre temas de interesse da sociedade.

A TV leva ao ar os programas audiovisuais produzidos pelos próprios alunos dos cursos de Cinema e Audiovisual, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, além do programa institucional da Universidade, o Canal Unifor. É transmitida pelo Canal Universitário 14 da Multiplay, canal 181 da NET e TV Diário. Desde a sua fundação, conquistou parcerias com o Canal Futura, Associação Brasileira de TVs Universitária (ABTU), TV Assembleia, e Itaú Cultural, entre outros.

A programação da TVU é composta por interprogramas, documentários, revista eletrônica, jornal ao vivo, além de outras propostas com temas relacionados a saúde, meio ambiente, esporte, cultura e arte.

O Labomídia é o espaço de experimentação, criação, produção e realização de conteúdos e projetos audiovisuais do curso de Cinema e Audiovisual da Unifor. Está equipado com o que há de mais moderno em tecnologia digital da Apple, com computadores Mac Pro de última geração, que favorecem o desenvolvimento de projetos nas áreas de animação, jogos eletrônicos, realidade virtual, além das práticas de edição de conteúdo.

O Labomídia tem ambientes de exibição de filmes e vídeos, que dão lugar a debates de aperfeiçoamento crítico e estético da linguagem audiovisual. O Curso de Cinema e Audiovisual ainda disponibiliza estúdios de gravação, além de um conjunto de equipamentos sofisticados de captação de som e imagem, como câmeras de captação em Full HD, com lentes PRIME, e microfones de ultra sensibilidade.

As atividades são sistematizadas em duas linhas de pesquisa: estéticas da imagem, que visa refletir teoricamente acerca da imagem a partir de seu caráter relacional, considerando-a em suas mais distintas formas e manifestações (pictórica, fotográfica, cinematográfica, videográfica, digital etc); e poéticas da imagem, que se dedica a pensar os procedimentos criativos e metodológicos do fazer artístico, construindo uma reflexão crítica sobre a prática fotográfica/cinematográfica/audiovisual em todas as suas etapas (roteiro, direção, montagem, edição, produção, distribuição etc).

O mercado de trabalho do profissional de Cinema e Audiovisual está em ampla expansão no mundo inteiro, decorrência do desenvolvimento das tecnologias digitais e da internet, que criou novos ambientes de consumo da imagem e som (vídeos, publicidade e jogos), potencializando ainda mais o dinâmico mercado de trabalho existente.

O profissional de cinema e audiovisual têm amplas possibilidades de atuar como empreendedor de seus próprios projetos, além de ocupar as diversas funções de criação e realização em produtoras de cinema e vídeo e empresas de televisão.

Segundo dados do European Audiovisual Observatory, o setor audiovisual é o que mais gera renda no mundo, no âmbito da chamada economia criativa. São mais de U$400 bilhões por ano, ou cerca de R$1,6 trilhão. O Brasil acompanha essa tendência. Nos últimos dez anos, vivemos uma intensa dinâmica de produção audiovisual, impulsionada pelo Plano de Diretrizes e Metas para o Audiovisual 2011-2020, que prevê investimentos da ordem R$ 1 bilhão 200 milhões.

Atualmente, o Ceará é um dos mais importantes polos regionais de realização do país, reconhecido pela Agência Nacional do Cinema – Ancine, que construiu uma forte parceria com o Governo do Estado.  Em maio de 2017, o Governo do Estado do Ceará lançou o Ceará Filmes – Programa de Desenvolvimento Estadual do Audiovisual do Ceará, com investimentos da ordem de R$ 59 milhões para 2018, sendo R$ 40 milhões da Ancine e R$ 19 milhões do orçamento estadual.

Um outro aspecto a ser citado é a implantação da TV digital no Brasil, que prevê a obrigatoriedade de produções brasileiras nas emissoras (25% na TV aberta e 20% na TV por assinatura até 2020), garantindo a ampliação das oportunidades da trabalho. A lei também impõe uma maior abertura do setor para as produções independentes, ou seja, aquelas que não têm como produtor principal as grandes empresas de comunicação. O que favorece o ambiente da produção de novos formatos e modelos de conteúdo.

O Curso de Cinema e Audiovisual da Unifor está atento para as transformações atuais da economia do audiovisual, pautada por uma crescente demanda de novos e inovadores conteúdos, ávida por profissionais criativos e empreendedores.

Reconhecida como uma das melhores do mundo pelos maiores rankings internacionais (Times Higher Education / QS World University Rankings) e a melhor do Norte e Nordeste em um dos mais prestigiados rankings nacionais (RUF) entre instituições de ensino superior particulares, a Universidade de Fortaleza oferece a seus alunos uma experiência completa que vai muito além da sala de aula.

 

Atividades de ensino-aprendizagem nos cursos de graduação da Unifor

Desde 17 de agosto de 2020, os cursos de graduação obedecem um plano que inclui, de acordo com as características de cada curso e disciplina, atividades presenciais e virtuais, obedecendo normas rigorosas de biossegurança e as determinações das autoridades governamentais.

CONFIRA OS TERMOS GERAIS E AS CONDIÇÕES DE CADA CENTRO DE CIÊNCIAS

 

Sistema de avaliação da aprendizagem

O sistema de avaliação da aprendizagem discente dos cursos de graduação, na modalidade presencial, da Universidade de Fortaleza, visa aferir o desenvolvimento de competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) previstas para o perfil do egresso descrito no Projeto Pedagógico do Curso - PPC.

Na Unifor, a Resolução CEPE Nº 45, de 11 dezembro de 2017, estabelece normas referentes ao Trabalho de Conclusão de Curso, na área de graduação e disciplina critérios de avaliação, revogando normativo anterior (Resolução CEPE Nº 16/2008). 

Trabalho de Conclusão de Curso é aquele que, elaborado sob o acompanhamento de professor orientador, de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais – DCN de cada curso, compreende pelo menos uma das seguintes modalidades:

  • Monografia, decorrente de temas e/ou experiências das disciplinas do Curso;
  • Ensaio, artigo científico, relacionado ao campo de saber específico do Curso; 
  • Projeto técnico, protótipo, peça ou produto, baseado nos projetos de ensino do Curso acompanhando de relatório acadêmico.

Os Conselhos de Centro junto aos cursos definem e elaboram manuais instrucionais sobre a modalidade, orientação, o acompanhamento e a avaliação do TCC, considerando os critérios de aprovação de frequência variando entre 75% (setenta e cinco por cento) a 90% (noventa por cento), bem como de rendimento acadêmico com registro de nota final única de AV3 a qual não pode ser inferior a 6,0 (seis vírgula zero), podendo ser estabelecido valor a maior.

Na Universidade de Fortaleza, a Resolução CEPE Nº 20, de 04 de maio de 2017 define e normatiza o Estágio nos cursos de graduação e disciplina critérios de aprovação.

Estágio é definido no normativo como um processo de formação interdisciplinar, no qual se articulam teoria e prática, tendo como base o princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, visando à capacitação do aluno para o exercício profissional.

Desse modo, o Estágio compreende as seguintes modalidades:

  • Obrigatório, considerado o estágio constante como componente da matriz curricular de cada Curso e cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma.
  • Não obrigatório, referente a realização de atividades práticas extracurriculares e desenvolvido como atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória”.

Os critérios de aprovação nos estágios obrigatórios são frequência e rendimento acadêmico. Os Centros determinam um percentual de frequência para aprovação variando entre 75% (setenta e cinco por cento) a 90% (noventa por cento), bem como uma nota final única de AV3, a qual não pode ser inferior a 6,0 (seis vírgula zero), podendo ser estabelecido valor a maior.

A Resolução CEPE Nº 45, de 11 dezembro de 2017, também estabelece normas referentes ao Componente Curricular Especial (CCE), aquele que previsto no Projeto Pedagógico de Curso (PPC) e descrito no respectivo Projeto de Ensino, apresenta pelo menos um dos seguintes critérios:

  • Oferta diferenciada quanto a sua duração reduzida, sendo menor que um semestre letivo regido pelo calendário acadêmico;
  • Natureza do trabalho docente vinculado ao componente curricular caracterizado por acompanhamento processual de supervisão, tutoria, mentoria e/ou preceptoria;
  • Formação de competências integradas ao desenvolvimento de projeto, programa e/ou produto, exceto TCC.

Os Conselhos de Centro definem a avaliação do CCE, considerando os critérios de aprovação de frequência variando entre 75% (setenta e cinco por cento) a 90% (noventa por cento), bem como de rendimento acadêmico com registro de nota final única de AV3 a qual não pode ser inferior a 6,0 (seis vírgula zero), podendo ser estabelecido valor a maior.

Para consulta dos atos regulatórios dos cursos de graduação da Universidade de Fortaleza, acesse a página do Diário Oficial da União (DOU).

Para consulta da resolução do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da Universidade de Fortaleza referente ao curso de Medicina Veterinária, clique aqui. Para o curso de Computação em Nuvem, clique aqui.

Disciplinas Obrigatórias

Semestre 1

Semestre 2

Semestre 3

Semestre 4