angle-left Lar Torres de Melo sedia ação em prol da higienização das mãos

Sex, 10 Maio 2019 15:02

Lar Torres de Melo sedia ação em prol da higienização das mãos

A iniciativa integra a programação da Semana de Conscientização da Importância da Higienização das Mãos, promovida pelo Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI) da Unifor


Foto: Filipe Pereira.
Foto: Filipe Pereira.

O Lar Torres de Melo, no bairro Jacarecanga, recebeu, na manhã desta quinta-feira (9), uma ação educativa em prol da higienização correta das mãos. A iniciativa faz parte da programação da Semana de Conscientização da Importância da Higienização das Mãos, realizada pela Universidade de Fortaleza, por meio do Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI). Esse ano, o tema central é “Limpe sua consciência. Cuide de suas mãos”.

Na ocasião, fôlderes, marcadores de livros e amostras de álcool em gel foram distribuídos para os profissionais de saúde da casa, técnicos de enfermagem, cuidadores de idosos, fisioterapeutas, acadêmicos de enfermagem e técnicos acadêmicos. A novidade deste ano foi a utilização da caixa da verdade, instrumento criado para detectar as áreas da mãos que não estão higienizadas.

A professora do Curso de Medicina da Unifor e membro do Núcleo de Segurança do Paciente do NAMI, Siulmara Galera, fala da necessidade da ação, pois um dos grandes motivos de transmissão de doenças é a lavagem inadequada das mãos. “Essa conscientização de higienização das mãos mostra de uma forma prática o quão importante é essa atitude para prevenção de doenças. Então é feita uma atividade onde é mostrado o quanto a mão está lavada e o que falta para ela está completamente limpa”, afirma.

O Lar Torres de Melo conta com a colaboração de alguns estagiários do Centro de Ciências da Saúde da Unifor, principalmente dos internatos do curso de medicina, enfermagem, odontologia, enfermagem, farmácia, fisioterapia e outros cursos da área da saúde. “Essas atividades pontuais realizadas no lar pelos nossos alunos melhoram a qualidade de vida dos idosos”, comenta a professora.

Acácia Torres, Gerente de Saúde do Lar Torres de Melo, comenta sobre a importância do conhecimento da higiene por parte dos profissionais de saúde da casa, pelo fato destes entrarem diretamente em contato com os idosos, medicamentos e curativos. “A importância da lavagem é de evitar contaminações e transmissões de patologias de um paciente para outro. Então para procedimento realizado e cada paciente examinado, precisa-se aplicar, anteriormente e posteriormente, uma higienização correta. Nós sempre promovemos ações de higienização, mas os profissionais nunca visualizaram a presença das bactérias com esse material que está sendo colocado”, declara.

A estudante do curso de medicina da Unifor e interna residente no Lar Torres de Melo, Gessyka Ribeiro, integra a equipe de atividades e comenta sobre a promoção de saúde por meio da lavagem de mãos. “Essa prática é algo fundamental para todos os profissionais da saúde, pois evita a transmissão de doenças. Através da higienização, foi visto em estudos que evitaram-se diversas infecções. Com isso você mantêm a saúde do paciente e faz com que ele se recupere melhor”, explica.

Dia Mundial de Higienização das Mãos

Dia 5 de maio é o Dia Mundial de Higienização das Mãos. Em todo o mundo são promovidos atividades para conscientizar os profissionais de saúde, o governo e os administradores hospitalares sobre a importância da higienização das mãos. O hábito previne e reduz infecções, promovendo a segurança de pacientes, profissionais e demais usuários dos serviços de saúde.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que o hábito de lavar as mãos pode reduzir em até 40% a contaminação por vírus e bactérias que causam doenças como gripes, resfriados, conjutivites e viroses. No Brasil, de acordo com dados da Anvisa, cerca de 25% das infecções registradas são causadas por por micro-organismos multirresistentes - aqueles que se tornam imunes à ação dos antibióticos.