angle-left Conheça as 10 pesquisas da Universidade de Fortaleza no combate à Covid-19

Sex, 10 Julho 2020 14:36

Conheça as 10 pesquisas da Universidade de Fortaleza no combate à Covid-19

Iniciativa é mais uma ação da Fundação Edson Queiroz no enfrentamento da pandemia no estado do Ceará.


Professor Vasco Furtado é diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Universidade de Fortaleza. (Foto: Ares Soares)
Professor Vasco Furtado é diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Universidade de Fortaleza. (Foto: Ares Soares)

Para cumprir sua função social de buscar respostas aos desafios impostos à sociedade, a Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, investe R$ 400 mil em projetos de pesquisa de enfrentamento à Covid-19 e suas consequências. Ao todo, a instituição selecionou dez projetos elaborados por sua equipe de pesquisadores nas áreas de saúde mental, aspectos virológicos, violência de gênero no isolamento social, ações de prevenção em saúde coletiva, entre outras.

As equipes de pesquisadores trabalharão até o fim de 2020 para entregar os resultados da produção científica proposta. A iniciativa é mais uma ação da Fundação Edson Queiroz no enfrentamento da pandemia no estado e no país como um todo, a exemplo do apoio às autoridades sanitárias na análise de amostras dos exames de Covid-19 e o desenvolvimento do capacete de respiração assistida para pacientes de média complexidade (Elmo)

Os trabalhos foram selecionados por um comitê de especialistas externos à Universidade de Fortaleza, tendo como premissa a escolha de pesquisas que tragam resultados em curto e médio prazos. “Essa é uma iniciativa inédita: uma universidade privada, com recursos próprios, lançando edital de pesquisa em combate ao coronavírus. Investir na sociedade é uma preocupação nossa”, destaca o professor Vasco Furtado, diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

CONHEÇA EM DETALHE OS PROJETOS 

Tema: Violência de gênero no isolamento social da pandemia da Covid-19: Uma proposta de intervenção em urgência subjetiva com mulheres em situação de vulnerabilidade e risco 
Coordenador: Professor Leonardo José Barreira Danziato
Resumo: Trabalho de intervenção em urgência subjetiva para mulheres que estão submetidas à situação de vulnerabilidade e risco de violência, a partir da oferta de atendimento psicológico online ou por telefone, em uma ação de acolhimento para que essas mulheres possam falar do seu sofrimento e da sua angústia. No Brasil e também em Fortaleza, houve um aumento de 30 a 50% da violência contra a mulher por conta do isolamento social da pandemia de Covid-19. O projeto firmou parceria com o NUDEM - Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher para apoiar no atendimento das demandas. 

Tema: A Covid-19 e o isolamento social: os impactos sobre a saúde mental, o uso do tempo e a relação pessoa-ambiente no domicílio
Coordenadora: Professora Cynthia de Freitas Melo Lins
Resumo: O projeto visa identificar os impactos da Covid-19 e das medidas de isolamento e distanciamento social sobre a saúde mental, o uso do tempo livre e as relações pessoa-ambiente no domicílio no contexto da pandemia, a partir de pesquisa nacional. Com os dados coletados, será possível alimentar as bases científicas internacionais e oferecer subsídios aos governantes para a tomada de decisão sobre a criação de programas eficazes para prevenção de adoecimento e promoção de saúde mental. O projeto ofertará ainda informações à população sobre os fatores de proteção e de risco à saúde mental.

Tema: Saúde mental na Universidade: Intervenções psicológicas com universitários diante dos impactos da Covid-19
Coordenadora: Professora Virginia de Saboia Moreira Cavalcanti
Resumo: O projeto tem como objetivo desenvolver intervenções psicológicas voltadas para a saúde mental dos estudantes da Unifor diante dos impactos da pandemia de Covid-19. Em seu primeiro eixo avalia o projeto “Saúde mental em tempos de pandemia”, que realizou atendimento psicológico individual aos estudantes do curso de Psicologia durante o período de isolamento social. No segundo eixo, avaliará, a partir de um formulário, os impactos da Covid-19 na saúde mental dos discentes da Unifor. No terceiro eixo, o projeto realizará atendimentos no formato de grupos de escuta clínica virtual ao longo do semestre 2020.2. Como resultado, busca-se avaliar e, sobretudo, cuidar da saúde mental dos estudantes da Unifor.

Tema: Projeto Radi@ção e Vitrine virtual: Conectando e Informando a Comunidade do Edson Queiroz para combater a Covid-19
Coordenadora: Professora Gina Pompeu
Resumo: O estudo visa desenvolver metodologias e estratégias de comunicação capazes de transmitir de forma clara, direta e confiável para as mais variadas comunidades informações de combate à Covid-19. O projeto instrumentalizará a aplicação dessas metodologias na comunidade do Dendê, a partir de uma rádio comunitária. O objetivo é permitir que a informação chegue às pessoas e que elas compreendam quais as práticas necessárias para combater a doença. Pretende-se ainda criar artefatos comunicacionais que permitam o desenvolvimento econômico da comunidade. 

Tema: Análise dos aspectos virológicos com as formas clínicas da doença
Coordenadora: Professora Danielle Malta Lima
Resumo: A pesquisa tem como principal objetivo correlacionar a carga viral e a sequência genômica do SARS COV 2 com as formas clínicas da doença. Até o momento, nenhuma pesquisa foi realizada no estado do Ceará avaliando esses parâmetros. O sequenciamento do genoma é importante, uma vez que possibilita o desenvolvimento de novos testes diagnósticos e também a formulação de vacinas. O estudo será desenvolvido em parceria com os professores pesquisadores Caio Tavares, Francisco Ismael e Keny Colares. 

Tema: Privacidade em Tempos de Pandemia: Avaliação dos Modelos de Governança para a Utilização de Dados Pessoais em Momentos de Crise
Coordenadora: Professora Joyceane Bezerra de Menezes
Resumo: O projeto vai analisar os limites do tratamento de dados pessoais dos cidadãos pelo poder público na elaboração de políticas públicas tendentes ao enfrentamento da pandemia. Pretende-se oferecer alternativas que otimizem a governança, de modo que o poder público possa cumprir a sua missão de direcionar e estabelecer diretrizes necessárias ao enfrentamento da Covid-19, sem utilizar os dados pessoais que necessitar para além das finalidades estabelecidas. Ou seja, compatibilizar o direito à privacidade do cidadão e o uso dos seus dados pelo poder público na oferta de políticas públicas.  

Tema: Elaboração de modelo fenomenológico preditivo para a maximização da liberação das atividades comerciais durante a pandemia de Covid-19
Coordenador: Professor Erneson Alves de Oliveira
Resumo: O objetivo é desenvolver um modelo epidêmico computacional baseado em redes complexas, a partir de dados de saúde, mobilidade e socioeconômicos para estimar os possíveis cenários de aumento do número de casos de Covid-19 devido à abertura de atividades comerciais em Fortaleza. A ideia geral é definir uma rede social que represente minimamente a dinâmica humana dos fortalezenses. Com o projeto, pretende-se estudar um eventual mecanismo de sazonalidade da Covid-19 e, sobretudo, disponibilizar ao poder público um indicador de previsibilidade para a reabertura social. 

Tema: Implementação das boas práticas na assistência materno e neonatal ao portador da Covid-19
Coordenadora: Professora Mirna Albuquerque Frota
Resumo: Pretende-se compreender a assistência prestada à saúde materna e infantil quanto à implementação no cuidado aos usuários do Sistema Único de Saúde portadores de Covid-19. As participantes serão gestantes e puérperes que tenham testado positivo à Covi-19 e também os profissionais que estejam à frente no atendimento desse público. A proposta é sensibilizar o profissional de saúde quanto às boas práticas de atenção ao parto e ao nascimento da criança, efetivando a prática como política de saúde diante da situação de pandemia, uma vez que é preconizada pela Organização de Saúde (OMS). 

Tema: Eficácia e segurança de atazanavir/ritonavir no tratamento precoce da doença pelo coronavírus 2019 em indivíduos com risco elevado de complicações 
Coordenador: Professor Jeová Keny Baima Colares 
Resumo: O projeto visa testar uma medicação disponível e fabricada no Brasil e que mostrou potencial in vitro para inibir o Covid-19. E, a partir de experiência, verificar se ela consegue também inibir in vivo. A ideia é fazer um estudo clínico randomizado, em que metade dos indivíduos vai tomar medicação e outra metade vai tomar o placebo, observando se vai existir benefício clínico e se vai haver uma inibição da replicação do vírus. O trabalho contará com colaboração da Prefeitura Municipal de Fortaleza, uma vez que a pesquisa clínica será realizada na Unidade básica de Saúde Matos Dourado. Os pacientes receberão o tratamento padrão da Unidade recomendado pelo Sistema Único de Saúde e, adicionalmente, a substância médica do estudo. 

Tema: Do novo coronavírus SARS-CoV-2 à pandemia da Covid-19: A carga da doença e desdobramento para ações de prevenção em Saúde Coletiva no Estado Brasileiro
Coordenadora: Professora Maria Vieira de Lima Saintrain
Resumo: O objetivo do estudo é analisar diferentes situações e tendências da Covid-19, sua distribuição epidemiológica e social, o impacto na saúde das comunidades, enquanto distinguir a carga da doença para o serviço de saúde. Os dados serão coletados por meio de questionário online direcionado à população brasileira. Os produtos dos achados – dissertações e artigos científicos – serão compartilhados com os atores das políticas públicas, como subsídio para elaborar ferramentas tecnológicas, a fim de traçar o perfil e a necessidade de saúde das pessoas em nível local, regional e nacional.