angle-left Projeto em Sobral permite que usuários avaliem serviço de saúde

Seg, 28 Janeiro 2019 10:30

Projeto em Sobral permite que usuários avaliem serviço de saúde

Postos de Saúde em Sobral aderem aos totens, mídias locativas eletrônicas que possibilitam ao cidadão avaliar o atendimento médico recebido


O Projeto E-Totem em parceria com a Prefeitura de Sobral facilita a interação dos cidadãos com o governo. Foto: Ana Carolina Melo/DPDI.
O Projeto E-Totem em parceria com a Prefeitura de Sobral facilita a interação dos cidadãos com o governo. Foto: Ana Carolina Melo/DPDI.

O Projeto E-Totem, desenvolvido pelo Laboratório de Pesquisa e Inovação em Cidades (LAPIN) da Unifor em parceria com a Prefeitura de Sobral facilita a interação dos cidadãos com o governo. 

Os totens consistem em tablets instalados em estruturas metálicas formando um totem interativo, implantados com prioridade nos postos de saúde em Sobral e permitem a avaliação do atendimento feita pelo cidadão, respondendo à pergunta existente na tela. Em seguida, o registro fotográfico do rosto do avaliador é armazenado no dispositivo totem, para uma melhor organização entre os supervisores durante a contagem de votos. A supervisão é feita pela ouvidoria de Sobral e pelo suporte de T.I.

Ivo Gomes, prefeito de Sobral, participou recentemente de uma reunião na Universidade de Fortaleza para avaliação e ajustes a serem implantados no sistema. Segundo ele, a implantação prioritária na área da saúde é motivada pelas constantes reclamações da população quanto à qualidade do serviço. “Nós precisamos saber qual posto de saúde está com problemas, para que possamos intervir e fazer com que a população se sinta satisfeita com o serviço que está sendo prestado. O objetivo não é punir, mas sim ajudar ao posto de saúde a melhorar o atendimento”, explica Gomes. 

Durante a reunião, o professor Daniel Chagas, um dos coordenadores e pesquisadores do LAPIN, mostrou os resultados apurados nos principais postos de saúde da cidade. As unidades que até o momento receberam as melhores avaliações, foram o posto Pedrinhas, Rafael Arruda e Sumaré. Os Postos Aracati Assu e Coelce receberam as menores avaliações. Os possíveis métodos para melhorar a interação entre os usuários, seria a possibilidade de o cidadão avaliar sua opinião através de áudios. No momento, existem as opções de avaliação “ótimo”, “mediano” e “péssimo”.

De acordo com Daniel, o projeto e-totem surgiu inicialmente durante a inauguração do laboratório LAPIN e veio da experiência adquirida da equipe em desenvolvimento mobile. “Apesar de outras empresas trabalharem com totens, a universidade possui um diferencial. Por ser um projeto de pesquisa, nós temos um estudo sobre interação humano-computador, em que prepara a interface para o público. O nosso desafio é fazer uma interface aceita pelo público e convidativa a participar, como se estivessem em uma conversa”, destaca Chagas.

Da reunião, participaram o diretor da Diretoria de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (DPDI) da Unifor, Vasco Furtado, em que recepcionou o prefeito e mostrou instalações do Parque Tecnológico (TEC-Unifor). Juntamente, houve a participação da doutora Silvia Katakoa e a assessora Karen Parente, ambas pertencentes à Secretaria de Ouvidoria, Controladoria e Gestão de Sobral. Katakoa, enfatiza a importância do contato entre a prefeitura e a população, “é fazer uma busca ativa da opinião do cidadão sobre os serviços que a prefeitura presta”, completa a doutora.