angle-left Aluna da Pós-Unifor é selecionada pelo Programa Google Public Policy Fellowship 2018

Sex, 14 Setembro 2018 18:40

Aluna da Pós-Unifor é selecionada pelo Programa Google Public Policy Fellowship 2018

Aluna da Especialização em Direito nas Novas Tecnologias, Amanda Sousa foi aprovada pela ONG Derechos Digitales, no Chile


Amanda vivenciará um período de 10 semanas na Derechos Digitales, no Chile (Foto: Arquivo Pessoal)
Amanda vivenciará um período de 10 semanas na Derechos Digitales, no Chile (Foto: Arquivo Pessoal)

 

As novas tecnologias impactaram profundamente a realidade de inúmeras profissões, e com o Direito não foi diferente. E é esta nova realidade que Amanda Sousa, aluna da Pós-Unifor, está vivenciando. A estudante foi aprovada no programa “Google Policy Fellowship” e está atuando na ONG Derechos Digitales, no Chile, que realiza um trabalho de defesa e a promoção dos direitos humanos no ambiente digital na América Latina.

Amanda, que é pós-graduanda em Direto nas Novas Tecnologias, é uma das coordenadoras de um grupo de pesquisas especializado justamente em Tecnologia e Direito, o TEDIREI, e por lá foi informada da seleção do Programa. O Policy Fellowship tem intuito de oferecer para alunos, pesquisadores e demais profissionais, a oportunidade de vivenciar experiências e contribuir para o diálogo público sobre questões de Política de Internet e Tecnologia.

“O trabalho deles [Derechos Digitales] se concentra em três eixos fundamentais: privacidade e proteção de dados pessoais; direitos autorais e acesso ao conhecimento; e liberdade de expressão. Entre outros projetos, minha pesquisa principal aqui será sobre proteção de dados, considerando o contexto legislativo brasileiro e chileno e tomando como referência o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Européia (GDPR)”, explica Amanda.

Em cada uma das instituições que fazem parte do Programa, os Fellows, que é como são chamados os bolsistas do programa, vão realmente vivenciar uma período de imersão profissional, conduzindo pesquisas e análises de políticas, elaborando relatórios e informes oficiais, participando de reuniões e conferências do governo e participando de outras atividades de defesa de direitos

“A sensação é a melhor possível, pois é uma oportunidade única de crescimento profissional e troca de experiências. Me considero uma apaixonada pela área e ter a oportunidade de participar desse programa me deixa bastante realizada. O trabalho desempenhado pela Derechos Digitales se aproxima muito do que gostaríamos de desenvolver com o nosso grupo de pesquisa, então eu espero levar minha experiência aqui para que possamos crescer ainda mais com os nossos projetos”, finaliza a aluna.