angle-left Conferência Diálogos Constitucionais aborda legado de Oswaldo Aranha

Conferência Diálogos Constitucionais aborda legado de Oswaldo Aranha

Em 1947, o diplomata brasileiro Oswaldo Aranha presidiu a 1ª sessão especial da Assembleia Geral e a 2º sessão regular. Desde então (com raras exceções), o Brasil tem sido o 1º país a falar no debate geral anual da Assembleia Geral (Foto: Nações Unidas)
Em 1947, o diplomata brasileiro Oswaldo Aranha presidiu a 1ª sessão especial da Assembleia Geral e a 2º sessão regular. Desde então (com raras exceções), o Brasil tem sido o 1º país a falar no debate geral anual da Assembleia Geral (Foto: Nações Unidas)

O Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional da Unifor realiza, no dia 20 de março, a Conferência de Abertura dos Diálogos Constitucionais,  no semestre 2019.1, que debaterá o legado histórico e político  de Oswaldo Aranha.

A cerimônia de abertura tem início às 17h, no Auditório da Biblioteca Central da Unifor.

Programação

Na ocasião, irão dialogar sobre o legado deixado pelo diplomata, o autor de  Oswaldo Aranha - Uma fotobiografia , Pedro Corrêa do Lago, o professor do PPGD/Unifor, Filomeno Moraes e o jornalista Maurício Xerez, sob a moderação da professora do PPGD/Unifor, Gina Pompeu.

Estão convidados a participar do debate alunos e professores do curso de Direito da Unifor e da Pós-Graduação em Direito Constitucional. As inscrições podem ser feitas no local. A participação dá direito a certificado.

A organização é do Grupo de Pesquisa Estado, Política e Constituição (CNPq/Unifor), liderado pelo professor Filomeno Moraes.

Sobre Oswaldo Aranha

Foi um político, diplomata e advogado brasileiro, que ganhou destaque nacional por sua participação na Revolução de 30 e no governo de Getúlio Vargas. Gaúcho de Alegrete, Oswaldo é conhecido por sua presença na política internacional, tendo sido responsável pela criação do Estado de Israel,  como chefe da delegação brasileira à Organização das Nações Unidas (ONU) e presidente da Assembleia Geral da ONU, em 1947.

Foi nomeado para o Prêmio Nobel da Paz em 1948, por seus esforços internacionais na situação palestina.

Convidados

Pedro Corrêa do Lago

Escritor, editor, historiador, colecionador, curador e administrador brasileiro, com atuação destacada na história da arte. Possui aquela que é considerada a maior coleção privada de manuscritos do mundo. Foi presidente da Fundação Biblioteca Nacional, de março de 2003 a outubro de 2005,  quando fundou a Revista de História da Biblioteca Nacional. Lançou em 2017 a obra Oswaldo Aranha - Uma fotobiografia, pela Editora Capivara.

Filomeno Moraes

Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional da Universidade de Fortaleza (Unifor); Livre-docente em Ciência Política pela Universidade Estadual do Ceará (UECE);  Doutor em Direito pela Universidade de São Paulo (USP).

Gina Pompeu

Professora e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional da Universidade de Fortaleza (Unifor); Doutora em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Maurício Xerez

Jornalista e Advogado

Serviço

Diálogos Constitucionais 2019.1
Data: 20 de março de 2019 (quarta-feira)
Horário: 17 às 18h30min
Local: Auditório da Biblioteca Central
Mais informações: 3477-3293