angle-left Pesquisadores da Unifor e OMS realizam pesquisa para tratamento da sífilis

Qua, 27 Junho 2018 11:40

Pesquisadores da Unifor e OMS realizam pesquisa para tratamento da sífilis

Financiado pela própria Organização Mundial da Saúde, estudo terá duração de até dois anos e pretende testar uma droga alternativa para o tratamento da doença.


A Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Unifor disponibiliza laboratórios de ponta para a realização de pesquisas científicas em diversas áreas (Foto: Ares Soares)
A Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Unifor disponibiliza laboratórios de ponta para a realização de pesquisas científicas em diversas áreas (Foto: Ares Soares)

O Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Unifor (PPGSC), vai realizar uma pesquisa em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para testar uma droga alternativa destinada ao tratamento da sífilis, infecção bacteriana transmitida sexualmente. 

O projeto, intitulado “Trial Evaluating the Clinical Efficacy of Cefixime for Treatment of Early Syphilis”, será financiado pela OMS, com duração de até dois anos, e participação de alunos de graduação e pós-graduação da Unifor.

A pesquisa será promovida também em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado e do Município, em quatro unidades de saúde na cidade de Fortaleza: Centro de Saúde Meireles, Centro de Saúde Carlos Ribeiro, Ambulatório de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) da Universidade Federal do Ceará e Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

Os testes serão feitos com “Cefixima”, um medicamento já utilizado na Europa para tratamento de outras IST, entretanto, sua eficácia em relação à sífilis será testada no Ceará.

“Participar de uma pesquisa em parceria com a OMS é um sonho para qualquer estudante da área da saúde. Nossos alunos terão contato com pesquisadores gabaritados internacionalmente e esta é uma grande oportunidade para o PPGSC e a Unifor”, explica a professora Maria Alix Leite Araújo, coordenadora da pesquisa.

A professora Tereza Matos, chefe da Divisão Stricto Sensu da Unifor, afirma que trabalhar com a OMS traz para os alunos uma visão “macro” da realidade, uma perspectiva internacional. “Os resultados desta pesquisa terão impacto mundial, então isso fortalece o objetivo de internacionalização da Unifor”, conclui.

Sobre a Organização Mundial da Saúde (OMS)

É uma agência especializada em saúde, fundada no ano de 1948 e é subordinada à Organização das Nações Unidas. A sede da OMS é em Genebra, na Suíça. Foi criada com o objetivo de desenvolver ao máximo possível o nível de saúde de todos os povos, ou seja, melhorar o estado de completo bem-estar físico, mental e social dos cidadãos.