angle-left Pequenas atitudes podem ser de grande ajuda na hora do Enem

Ter, 23 Outubro 2018 17:56

Pequenas atitudes podem ser de grande ajuda na hora do Enem

Psicólogo dá dicas para driblar o estresse e se destacar dos concorrentes


O psicólogo Tauily Taunay, dá orientações que vão desde técnicas de relaxamento até o foco que se deve ter na véspera e nos dias das provas. Foto: Saulo Galdino.
O psicólogo Tauily Taunay, dá orientações que vão desde técnicas de relaxamento até o foco que se deve ter na véspera e nos dias das provas. Foto: Saulo Galdino.

A menos de duas semanas para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os alunos se preparam para encarar várias horas de prova, 180 questões e o temido módulo de redação. Para uma prova tão extensa, é necessária uma grande preparação física e psicológica para o primeiro grande desafio da vida acadêmica e profissional. Conhecer o conteúdo, embora indispensável, não é suficiente. É nessa hora de pressão que pequenas atitudes podem fazer a diferença para os alunos realizarem a prova mais relaxados e se destacarem dos concorrentes.

Para quem já estava apreensivo com a prova, as notícias dos últimos dias aumentaram a tensão. Apesar do pedido do Ministério da Educação (MEC) para adiar o início do horário de verão para o dia 18 de novembro, o Palácio do Planalto decidiu manter a data em 4 de novembro, mesmo dia da primeira prova do Enem. A intenção do ministério era evitar prejuízos para os estudantes, uma vez que a necessidade de adiantar os relógios em uma hora poderia confundir os candidatos.

Mas para que o nervosismo nem o fuso horário atrapalhem a preparação de um ano inteiro, o psicólogo Tauily Taunay, doutor em Ciências Médicas e professor do curso de Psicologia da Universidade de Fortaleza (Unifor), dá orientações que vão desde técnicas de relaxamento até o foco que se deve ter na véspera e nos dias das provas.

Relaxe

Esta é a dica maior. Para o professor Tauily, momentos antes da prova, é importante que o aluno esteja tranquilo e centrado. O estresse diante de uma prova é natural, pois trata-se de um momento determinante na vida de um jovem. “A condição fisiológica do estresse pressupõe a liberação de um hormônio chamado cortisol. Ele é muito bom para vários aspectos, ele em excesso pode afetar, significativamente, funções neurais de recapitulação e rememoração, é o famoso ‘branco’. A pessoa sabe o conteúdo, estudou, se preparou, mas na hora da prova dá o ‘branco’ por causa do estresse”, relata. Para promover o perfeito relaxamento do corpo, o professor orienta que o dia anterior à prova seja de descanso. O ideal seria que o aluno nem estudasse, porque o cérebro será forçado se o aluno ficar insistindo muito numa tarefa, podendo sobrecarregar a mente do aluno.

Alimentação

Outro item importante é a boa alimentação. O professor orienta que, nos dias anteriores à prova, e mesmo durante o processo de preparação e estudos, o aluno deve ingerir pequenas quantidades de chocolate. O alimento libera substâncias que estão ligadas ao prazer e relaxamento.

Respiração

“É muito importante que a pessoa também controle a sua respiração. A meditação é uma ótima atividade que auxilia na preparação do candidato”, afirma Tauily, que orienta ainda que, quando entrar na sala, minutos antes de receber a prova, o aluno pratique uma respiração lenta e profunda para ajudar a ativar a área do sistema nervoso ligada ao relaxamento, atuando como um “antiestresse”.

Sono

Noites bem-dormidas são fundamentais no processo de descanso e relaxamento do corpo. Especialistas recomendam, em média, oito horas de sono por noite, para que o corpo esteja preparado para mais um dia de estudos ao amanhecer. Essa dica é ainda mais crucial na véspera da prova. “É importante que o aluno tenha dormido cedo e descansado, pois o cérebro descansado é mais eficiente em suas atividades”.

Foco

O professor Tauily finaliza pedindo que os alunos não se preocupem com o resultado da prova nem com o rendimento durante a resolução das questões, pois isso vai trazer mais estresse e tirá-los do foco em acessar as informações importantes. “É como se a cabeça fosse lá para o futuro e saísse do local da prova. É importantíssimo que o aluno esteja atento ao estado presente”. Ele complementa que todas essas dicas vão ajudar o aluno a acessar as informações assimiladas ao longo dos vários meses de estudo para a prova.