angle-left Unifor na Bienal Internacional do Livro: excursão leva público para visitar a nova Cordelteca

Qua, 21 Agosto 2019 12:50

Unifor na Bienal Internacional do Livro: excursão leva público para visitar a nova Cordelteca

Grupos de visitantes saem do Centro de Eventos para conhecer o espaço recém-inaugurado


O serviço de visitação está disponível das 10h às 20h. Foto: Unifor.
O serviço de visitação está disponível das 10h às 20h. Foto: Unifor.

Direto da XIII Bienal do Livro, a Universidade de Fortaleza organiza uma excursão para visitação da Cordelteca Maria das Neves Baptista Pimentel. Uma van saindo do Centro de Eventos para a Unifor transporta grupos para conhecer o novo espaço recém-inaugurado. O serviço de visitação está disponível das 10h às 20h.

O transporte comporta até 18 pessoas que são abordadas no espaço da Bienal para vir à Universidade conhecer a exposição. O roteiro de visitação dura 30 minutos e passa inicialmente pelo Espaço Rachel de Queiroz e logo em seguida à Cordelteca. Durante o caminho de vinda há uma experiência de imersão em que o guias oferecem rapadura aos visitantes e declamam o cordel escrito por Paola Tôrres, em homenagem a Maria das Neves, primeira brasileira a publicar um cordel. 

Para Isabela Nobre, 19, estudante de Farmácia, o espaço é inédito e inovador. Ela também destacou a iniciativa como crucial à preservação e expansão da cultura popular local. Já Ana Rodrigues, 29, destaca que o diferencial é o número de cordéis catalogados que despertaram sua curiosidade.     

A Unifor é a primeira instituição de ensino superior do Ceará a ter uma cordelteca e a primeira do Brasil a catalogar os livretos, com mais de 2 mil obras. A iniciativa partiu da idealização da cordelista e professora do curso Medicina da Universidade, Paola Tôrres.