angle-left Projeto “Lives do Conhecimento” discutirá importância da arte durante quarentena

Qua, 29 Abril 2020 11:55

Projeto “Lives do Conhecimento” discutirá importância da arte durante quarentena

Projeto realizado pela Universidade de Fortaleza contará com participação da psicóloga Eliane Diógenes, que também faz parte do time de professores da instituição.


Será nesta sexta-feira, 1º de maio, a partir de 10h, com transmissão pelas redes sociais da Unifor (Foto: arquivo pessoal)
Será nesta sexta-feira, 1º de maio, a partir de 10h, com transmissão pelas redes sociais da Unifor (Foto: arquivo pessoal)

Nesta sexta-feira, 1º de maio, a iniciativa “Lives do Conhecimento”, realizada pela Universidade de Fortaleza, instituição de ensino da Fundação Edson Queiroz, trará um encontro online com a temática “A potência da arte em tempos de confinamento”. Assim como nas edições anteriores, o evento virtual será realizado nas mídias sociais da Universidade, a partir das 10h.

Mediada pela estudante de jornalismo Brunna Veloso, a transmissão trará como convidada a professora Eliane Diógenes, docente dos cursos de Psicologia e Cinema e Audiovisual. De acordo com ela, a promessa é abordar “qual o efeito da arte, tanto no ato de fazer, quanto no de criar e de receber, no psicológico das pessoas; o quanto isso ganha desdobramentos de uma possibilidade de entretenimento e alegria, e ao mesmo tempo de encontro consigo mesmo, uma oportunidade de pensar melhor sobre sua própria vida, por meio da arte”.

Trazendo filósofos e pesquisadores da Psicologia, como Sigmund Freud, Tania Rivera, Jacques Lacan, Suely Rolnik e Friedrich Nietzsche, a professora trará discussões da psicanálise sobre a relação do sujeito com um “objeto” no qual este invista energias (como estudos, esporte ou outros campos - no caso a ser discutido, a arte). A conversa contemplará tanto a arte voltada puramente ao entretenimento quanto àquela tida por provocadora, que busca despertar questionamentos.

“Na hora que você consome arte, é tocado de forma que se espanta com certas emoções e memórias; algo que é seu, suas fantasias. A partir da música ou do teatro, por exemplo, o sujeito é provocado, fica boquiaberto. E não dá para sentir essa sensação mais de uma vez, pois a arte é da ordem do acontecimento: acontece naquele instante e depois desaparece, de forma que a troca que ocorreu é absoluta, mágica e extremamente marcante”, declara Eliane.  

Ainda sobre o assunto, é importante salientar que a live terá como base a perspectiva tanto de quem recebe arte, como também quem a realiza: “Conversaremos não só sobre artistas profissionais, mas pessoas que, durante essa quarentena, começaram a experimentar escritas, fotografias, filmagens e outras produções artísticas, de forma a se descobrir mais”, conclui a convidada.

Lives do Conhecimento 

O projeto “Lives do Conhecimento” realiza a difusão do conhecimento nas plataformas de comunicação da Universidade de Fortaleza, reforçando a sua missão de promover o ensino de qualidade, a pesquisa e a extensão, nas mais diversas áreas do conhecimento. Além disso, a Unifor estimula o diálogo com grandes nomes do pensamento contemporâneo, nacionais e internacionais, contribuindo para o intercâmbio de ideias não só em salas de aulas, mas também em ambientes virtuais, de modo a ampliar os horizontes de alunos, professores e do público em geral

Serviço

“Lives do Conhecimento”
Eliane Diógenes: dia 1º de maio de 2020, sexta-feira, às 10h.
Transmissão pelas redes sociais da Unifor (@uniforcomunica, Facebook e YouTube) e pela TV Unifor (canal 181 da NET).
Aberto ao público