angle-left Unifor realiza segunda edição do “Praia Linda, Praia Limpa”

Qua, 20 Março 2019 08:49

Unifor realiza segunda edição do “Praia Linda, Praia Limpa”

Estudantes, professores e colaboradores da Unifor recolheram resíduos recicláveis em praias de Fortaleza no último dia 16 de março


O evento integrou os alunos de todos os centros de ciência da Unifor, professores e colaboradores da instituição para realizar limpeza na orla da capital cearense. Foto: Ares Soares.
O evento integrou os alunos de todos os centros de ciência da Unifor, professores e colaboradores da instituição para realizar limpeza na orla da capital cearense. Foto: Ares Soares.

Neste sábado (16) aconteceu a 2ª edição do “Praia Linda, Praia Limpa”, projeto da Fundação Edson Queiroz e da Universidade de Fortaleza. O evento integrou os alunos de todos os centros de ciência da Unifor, professores e colaboradores da instituição para realizar limpeza na orla da capital cearense. 

A ação ocorreu nas praias de Iracema, do Futuro, Sabiaguaba e Foz do Rio Cocó e contou com o apoio das empresas Indaiá, Vip Saúde e Pharmavie. Os voluntários recolheram mais de 300 quilos de resíduos

A iniciativa tem o intuito de conscientizar a população acerca do descarte de resíduos. Os alunos recolheram a maior quantidade possível de resíduos recicláveis, acompanhados por agentes da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e da Polícia Municipal

A Sociedade Comunitária de Reciclagem de Lixo do Pirambu (Socrelp) recolheu parte dos resíduos, que vão ser reciclados. “Sempre é necessário fazer essa parceria entre o poder público e a sociedade civil. Cada vez mais a sociedade está se conscientizando. Manter a cidade limpa é uma responsabilidade compartilhada”, enfatiza Edilene Oliveira, coordenadora de Políticas Ambientais da Seuma. 

O coordenador e professor do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unifor, Oyrton Monteiro Júnior, esteve presente na ação e destacou a relevância desse tipo de movimento. “A importância é conscientizar a população de Fortaleza de que nós não estamos tratando bem os nossos resíduos. Por incrível que pareça, no século XXI ainda tem gente que coloca o resíduos na calçada, na rua e assim por diante”, critica.

O ato de despejar resíduos na orla não apenas polui a praia, mas também causa problemas para os animais marinhos. O estudante de Engenharia Ambiental e Sanitária, Alysson Santos, chama a atenção para os problemas que a fauna do oceano está enfrentando. “Todos os resíduos que ficam na costa acabam indo para o mar e os animais se alimentam deles achando que são outros animais”, explica.

Tampinhas de garrafas, sacolas de plástico e resíduos de vidro foram alguns dos itens encontrados durante a ação. A estudante de Arquitetura e Urbanismo, Lívia Alves, já tinha o hábito de retirar os resíduos da praia e ficou impressionada com o material encontrado. “Eu vi resíduos hospitalares, roupa íntima, coisas que habitualmente a gente não vê nessa parte que tem as barracas”, relata.