angle-left Carreira em Nutrição: busca por reeducação alimentar consolida mercado

Qua, 5 Setembro 2018 13:17

Carreira em Nutrição: busca por reeducação alimentar consolida mercado

População procura cada vez mais profissionais especialistas no estilo de vida saudável para mudar hábitos e promover o bem-estar.


Coordenadora do curso de Nutrição da Unifor, Andreza Penafort. Foto: Ares Soares.
Coordenadora do curso de Nutrição da Unifor, Andreza Penafort. Foto: Ares Soares.

O profissional formado em Nutrição deve contribuir para a prevenção e tratamento de doenças ligadas à alimentação, a partir das suas necessidades, costumes e hábitos alimentares. Assim, podem atuar como gestores em unidades de alimentação e nutrição, na realização de planejamento, organização, direção, supervisão e avaliação desses serviços.

Nota 4 em Conceito de Curso atribuída pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Nutrição da Universidade de Fortaleza (Unifor), capacita os estudantes para exercer plenamente atividades da profissão como assistência e educação nutricional de coletividades ou indivíduos, assistência dietoterápica hospitalar, ambulatorial e em nível de consultórios de nutrição e dietética.

Como profissionais, os egressos do bacharelado em Nutrição da Unifor são capacitados para um mercado em expansão no Ceará e em todo o Brasil, tendo em vista a grande valorização do estilo de vida saudável por parte da população.

Confira a entrevista com a professora Andreza Penafort, coordenadora do curso de Nutrição da Unifor.

Unifor: Como está o mercado de trabalho para o profissional de Nutrição? Está crescente, em expansão, em alta? Por quê?

Andreza Penafort: O mercado de trabalho para o profissional nutricionista encontra-se em crescente ascensão. Essa necessidade crescente se justifica frente a situação de transição nutricional e demográfica ao qual passamos e que culmina com o aumento da com prevalência de doenças crônicas não infecciosas (que possuem como determinante a alimentação), o crescimento populacional em números absolutos, envelhecimento da população, além da implementação das políticas públicas de alimentação e nutrição e segurança alimentar que norteiam a grande demanda de nutricionistas na nossa sociedade e mostram a importância desse profissional. Além disso, o mercado de trabalho é bem amplo e o nutricionista pode atuar em diversas áreas, tais como: Alimentação Coletiva (restaurantes industriais, comerciais, hospitalares, escolas, creches bufês e hotéis), Nutrição Clínica (hospitais, ambulatórios, consultórios, clínicas especializadas e bancos de leite), Esportes e Exercício Físico (academias e atletas), Saúde Coletiva (restaurantes populares, postos de saúde, vigilância sanitária e instituições governamentais para gestão de políticas e programas ligados a alimentação), Indústria e no Comércio de Alimentos (desenvolvimento de produtos, controle de qualidade, marketing, empresas de consultoria e auditoria), Docência e Pesquisa.

Unifor: Quais são as áreas de atuação em que há mais contratações de recém-formados? E para quem já tem experiência? Por quê?

Andreza Penafort: Atualmente as áreas de alimentação coletiva (restaurantes industriais, comerciais, escolas, buffets e hotéis) e a área de Nutrição clínica (consultórios particulares) concentram as maiores oportunidades de mercado.

Unifor: Onde estão as melhores oportunidades? Por quê?

Andreza Penafort: há inúmeras oportunidades para profissionais nutricionistas tanto nas grandes quanto nas pequenas cidades.

Unifor: Quais são as tendências e perspectivas futuras para essa profissão?

Andreza Penafort: aliado a enorme prevalência das doenças crônicas não transmissíveis a população cada vez mais está se conscientizando da importância de optar por um estilo de vida mais saudável como expectativa de longevidade e qualidade de vida. E nesse cenário que vêm se desenhando o nutricionista tem papel fundamental como motivador e agente transformador. Logo todas as áreas de atuação (em especial a clínica, desportiva e gourmet) tem lugar e perspectiva de crescimento para um profissional empreendedor, ético e comprometido com a promoção da saúde e qualidade de vida dos indivíduos e coletividades.

Unifor: Surgiram novas áreas de atuação?

Andreza Penafort: cada vez mais o nutricionista se destaca como profissional autônomo e empreendedor. E inúmeros mercados ligados a alimentação saudável vem sendo desbravados e vem surgindo muitas empresas com propostas inovadoras aliando a oferta de produtos de qualidade, saborosos e saudáveis nos nichos ligados a marmitaria, panificação, bufês e desenvolvimento de produtos alimentícios. Além da área tecnológica com o desenvolvimento de softwares e aplicativos.

Unifor: No caso do curso, há novidades no currículo? Tem trabalho de conclusão de curso e estágios obrigatórios? Se sim, como funcionam esses estágios?

Andreza Penafort: os módulos ofertados no curso de graduação em Nutrição da Unifor se mantêm antenados as inovações do mercado e atualizações promovidas pela comunidade científica. Além de sua grade obrigatória que visa formar um profissional generalista, ético e crítico capacitado para o enfrentamento da realidade social emergente, dispõe de módulos optativos nas áreas de Nutrição e exercício Físico e de Técnicas gastronômicas. O curso possui Trabalho de conclusão de curso como requisito obrigatório para formação. Os alunos do curso de nutrição vivenciam a prática desde o 1 o semestre do curso através de visitas técnicas e ambulatórios supervisionados. E os estágios obrigatórios estão em consonância com o que institui as Diretrizes curriculares nacionais estando distribuídos nas três grandes áreas da Nutrição: nutrição clínica, alimentação coletiva e saúde coletiva. Dessa forma, o aluno de nutrição da Unifor passa três semestres imerso em ambientes de prática supervisionado por professores e vivenciando a prática profissional in loco com a comunidade e equipes multiprofissionais.