null Espaço Cultural Unifor vai receber exposição que celebra os 50 anos da Fundação Edson Queiroz

Qui, 4 Fevereiro 2021 17:22

Espaço Cultural Unifor vai receber exposição que celebra os 50 anos da Fundação Edson Queiroz

Sob a curadoria de Denise Mattar, a mostra vai reunir importantes obras do acervo de arte da Fundação


Denise Mattar, curadora da exposição de arte que celebrará o aniversário de 50 anos da Fundação Edson Queiroz (Foto: Ares Soares)
Denise Mattar, curadora da exposição de arte que celebrará o aniversário de 50 anos da Fundação Edson Queiroz (Foto: Ares Soares)

50 anos de história merecem ser celebrados. Sob curadoria de Denise Mattar, o Espaço Cultural Unifor vai receber, em março deste ano, exposição de arte que homenageia o aniversário da Fundação Edson Queiroz. 

A mostra apresentará séculos de história, vanguardas, estilos e contextos, por meio do vasto acervo de obras pertencentes à própria instituição. A curadora Denise Mattar afirma que a exposição será instigante. “A mostra faz uma mistura entre a arte moderna e a contemporânea, incluindo também o mundo digital”, revela Denise. 

Recentemente, Mattar também assinou a curadoria das mostras “Da Terra Brasilis à Aldeia Global - Partes I e II”, “Yolanda Vidal Queiroz – Momentos” e 20ª Unifor Plástica: Simultaneidades – A Arte com a Palavra”.

A Fundação

Instituição genuinamente cearense, a Fundação Edson Queiroz se orgulha por promover há décadas o desenvolvimento social, educacional e cultural do Estado e da região Nordeste.

Nascida na década de 1970, em contexto local marcado por profundo déficit de escolaridade e por um quadro constrangedor de atraso regional que motivou sua criação em 26 de março de 1971, a Fundação foi uma das formas encontradas pelo industrial Edson Queiroz de retribuir, em forma de responsabilidade social, tudo o que a sua terra já lhe concedera.

O maior entre os projetos sociais encampados pela Fundação se materializou na Universidade de Fortaleza, a Unifor. 

Denise Mattar

Denise Mattar, por meio de sua atuação como curadora de exposições de arte, constrói narrativas que emocionam. Denise foi curadora do Museu da Casa Brasileira (SP) de 1985 a 1987, do Museu de Arte Moderna de São Paulo de 1987 a 1989 e do Museu de Arte Moderna (RJ) de 1990 a 1997.

Como curadora independente realizou de 1997 a 2014 mostras retrospectivas de Di Cavalcanti, Flávio de Carvalho (Prêmio APCA), Ismael Nery (Prêmios APCA e ABCA), Pancetti, Anita Malfatti, Samson Flexor (Prêmio APCA), Frans Krajcberg, Mary Vieira, Maria Tomaselli. Aluísio Carvão, Abelardo Zaluar, Raymundo Colares, Hildebrando de Castro, Norberto Nicola, Aldo Bonadei, Alfredo Volpi, Guignard.

E as seguintes mostras temáticas, de 2004 a 2014: Traço, Humor e Cia, O Olhar Modernista de JK, O Preço da Sedução, O’ Brasil, Homo Ludens, Nippon. Brasília- Síntese das Artes, Tékhne e Memórias Reveladas, Pierre Cardin, Mário de Andrade, Projeto Sombras, No Balanço da Rede, Duplo Olhar. 

+ LEIA MAIS: Conheça a história da Fundação Edson Queiroz