angle-left No Dia Internacional dos Museus, quem ganha é você

Qua, 13 Maio 2020 18:36

No Dia Internacional dos Museus, quem ganha é você

Espaço Cultural Unifor conta com bastante conteúdo online para aproveitar a data


Espaço Cultural Unifor é reconhecido como Patrimônio Turístico pela Prefeitura de Fortaleza (Foto: Ares Soares)
Espaço Cultural Unifor é reconhecido como Patrimônio Turístico pela Prefeitura de Fortaleza (Foto: Ares Soares)

No dia 18 de maio, o Dia Internacional dos Museus (IMD) é comemorado ao redor do planeta. Programações especiais, gratuitas e ricas em conteúdo, são promovidas para destacar o papel cultural dessas instituições, que abrigam muitas histórias em seus corredores e abrem caminho para aqueles que anseiam por se expressar.

A data, que engaja principalmente a comunidade artística, foi estabelecida em 1977 pelo Conselho Internacional dos Museus (ICOM). O órgão coordena anualmente as celebrações, sempre estabelecendo uma temática para unificar as discussões suscitadas pelo evento. Para 2020, a escolhida é “Museus por igualdade: diversidade e inclusão”.

Seguindo o assunto, a promessa do Espaço Cultural Unifor, equipamento dedicado às artes plásticas da Universidade de Fortaleza, instituição da Fundação Edson Queiroz, é investir na trajetória de artistas com diferentes origens. Obras de grandes nomes da arte brasileira, de diferentes gerações, estão presentes em sua coleção. 

São mulheres de destaque, como Tarsila do Amaral, Beatriz Milhazes e Lygia Clark; artistas LGBTs, como Efrain Almeida e Leonilson; representantes da arte nordestina, como Aldemir Martins e Sérvulo Esmeraldo; expoentes da arte afro-brasileira, como Mestre Didi; e muitos outros.

Comemore com o Espaço Cultural Unifor

Com o avanço do novo coronavírus e, consequentemente, das ordens de lockdown que se sucederam em uma grande territorialidade de países, o ICOM convidou todos os museus a, de maneira excepcional, comemorar o evento por vias digitais. Assim, os interessados podem aproveitar a data para viajar virtualmente pelo mundo e investigar riquezas de grandes museus. O Espaço Cultural Unifor não fica fora disso; ele vem apresentando projetos online para garantir que, neste Dia Internacional dos Museus, todos possam estar próximos ao seu acervo, mesmo que em quarentena.

Obras de alguns dos artistas mencionados anteriormente foram comentadas por professores de arte, críticos, galeristas e curadores em uma homenagem em vídeo, no último dia 8 de maio, ao Dia do Artista Plástico. Além de conhecer um pouco mais do acervo do Espaço por meio dessa ação, é possível ler sobre o contexto por trás de outros itens com o projeto “Espaço Cultural Unifor na sua casa”, que acontece nas mídias sociais da Universidade e objetiva democratizar o acesso à arte, observando não só aspectos técnicos como trazendo curiosidades sobre a obra escolhida para cada postagem. 

Outra iniciativa que simpatiza com esse universo para além das pinceladas é a “Tarde com Arte”. Realizada pelo Grupo Mirante de Teatro Unifor, ela consiste em uma atividade de contação de histórias que, utilizando-se de muita pesquisa e criatividade, mescla elementos biográficos e fictícios para introduzir o público infantil à vida e à obra de alguns artistas expostos no Espaço. Com a pandemia, as apresentações do projeto, que ocorriam periodicamente, foram adaptadas para o formato podcast e disponibilizadas de forma gratuita. Ouvi-las é uma boa programação para aproveitar o próximo dia 18 em família.

Se, na data do IMD, o que falar mais alto for a saudade de transitar pelos corredores do Espaço Cultural, é possível realizar uma visita virtual - em uma galeria de imagens em 360º, hospedada na plataforma Google, o internauta pode “passear” por entre exposições anteriores do Espaço. De acordo com Adriana Helena, gestora do equipamento, essa experiência imersiva possibilita visualizar obras relevantes para a história da arte brasileira, pois contempla telas e esculturas que vão desde o século XVI até a contemporaneidade.