angle-left Laboratório de Tecnologia em Enfermagem recebe alunos da rede pública como bolsistas

Seg, 28 Janeiro 2019 10:24

Laboratório de Tecnologia em Enfermagem recebe alunos da rede pública como bolsistas

Pelo período de um ano, os bolsistas selecionados irão se aprofundar e desenvolver projetos na área


Entre as atividades voltadas para pesquisa e responsabilidade social, estão as simulações de emergência com vítimas de incêndios e acidentes de trânsito. Foto: Ares Soares.
Entre as atividades voltadas para pesquisa e responsabilidade social, estão as simulações de emergência com vítimas de incêndios e acidentes de trânsito. Foto: Ares Soares.

O Laboratório de Tecnologia em Enfermagem (Labtenf) da Universidade de Fortaleza recebe, em 2019, dez alunos que estão cursando o Ensino Médio em escolas públicas do Ceará como bolsistas de pesquisa no laboratório.

Projeto de extensão do curso de Enfermagem da Unifor, o laboratório proporciona para os alunos da universidade conhecimentos avançados sobre pacientes em situações de emergência e unidade de terapia intensiva. 

Entre as atividades voltadas para pesquisa e responsabilidade social, estão as simulações de emergência com vítimas de incêndios, acidentes de trânsito, bem como situações envolvendo suporte básico e avançado de vida.

Durante um ano, os bolsistas selecionados irão desenvolver projetos através dos quais possam estudar e se aprofundar em temáticas de Enfermagem. Posteriormente, realizarão também treinamentos de Suporte Imediato de Vida para outros alunos de Ensino Médio.

Para a seleção dos bolsistas, o Labtenf realizou um mapeamento das escolas públicas nas cidades de Fortaleza e Itapipoca, onde escolheu alunos que possuem o melhor desempenho acadêmico, além de, no mínimo, 80% de taxa de frequência escolar.

A professora Dra. Julyana Freitas, coordenadora do Laboratório de Tecnologia em Enfermagem, comenta sobre a oportunidade oferecida. “Objetivamos oportunizar a atuação de alunos do Ensino Médio em projetos de pesquisadores na Universidade, possibilitando a iniciação na pesquisa em diferentes áreas do conhecimento. Eles tendem a ter um estímulo maior para o estudo. Ademais, traz uma contribuição científica e responsabilidade social de grande valia na atualidade”, ressalta.