angle-left Ranking THE: Universidade de Fortaleza é eleita a instituição de maior inserção internacional do Norte e Nordeste

Qua, 9 Setembro 2020 17:49

Ranking THE: Universidade de Fortaleza é eleita a instituição de maior inserção internacional do Norte e Nordeste

Posição tem como base índices avaliativos do ranking “World University Rankings 2021”, realizado por entidade do Reino Unido. Saiba mais sobre as ações que a Unifor realiza no campo da internacionalização.


A Unifor realiza experiências de intercâmbio desde 2002, o que fortalece sua internacionalização (Foto: Ares Soares)
A Unifor realiza experiências de intercâmbio desde 2002, o que fortalece sua internacionalização (Foto: Ares Soares)

No início deste mês de setembro, a associação britânica Times Higher Education (THE), que é responsável pela principal ranqueamento internacional no segmento de educação, divulgou a “World University Rankings 2021”, sua classificação mais recente entre instituições de ensino superior. Ao todo, a classificação inclui mais de 1500 universidades do mundo, sendo 52 brasileiras.

A Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, que foi eleita na lista como a melhor instituição de ensino superior do Ceará, colhe ainda boas posições entre os indicadores avaliados pelo órgão. Um deles é o de internacionalização, quesito no qual a Unifor foi eleita líder entre as instituições públicas e privadas do Norte e Nordeste, e a segunda melhor entre as particulares do país.

Definido como “International outlook”, o fator de classificação considera a proporção de estudantes e funcionários estrangeiros na universidade, assim como o vínculo que ela estabelece com outras instituições ao redor do globo. A classificação obtida pela Unifor é resultado de um firme compromisso da instituição com o impacto internacional das pesquisas em que investe, e também da oferta de experiências em países estrangeiros para o corpo discente, como programas de intercâmbio acadêmico e de dupla titulação.

“A Universidade de Fortaleza ter sido reconhecida mais uma vez como uma das melhores do Brasil e do mundo pelo ranking da Times Higher Education, com destaque na área da internacionalização, traz um orgulho muito grande para nós que trabalhamos diretamente com o programa de intercâmbio acadêmico”, declara a professora Lina Sena, responsável pela Assessoria para Assuntos Internacionais da instituição.

Desde 2002, o setor envia, semestralmente, centenas de alunos para o exterior, assim como organiza boas-vindas aos alunos estrangeiros que vêm para a Unifor. “Por meio da experiência de estudar por um ou dois semestres em nossas instituições parceiras, esses alunos têm a possibilidade de vivenciar outras culturas e aprender novas metodologias acadêmicas, contribuindo de forma única tanto para a vida pessoal quanto para a profissional”, destaca Lina.

Experiências que conectam pessoas

“Desde o meu primeiro momento em Fortaleza, me senti muito bem-vindo”, conta Thomas Bauer, estudante da Deggendorf Institute of Technology, na Alemanha, que iniciou os estudos de dupla titulação em Administração na Unifor durante o primeiro semestre de 2020. “Em Deggendorf, tive a chance de ter contato com vários estudantes de intercâmbio e eles me contaram sobre o ótimo campus e a experiência de estudos da Universidade de Fortaleza. Além disso, pude ouvir de outros estudantes alemães que já haviam ido à Unifor o quão legais são os professores e funcionários da instituição, e o quão únicos e belos foram os momentos no Ceará”.

O sentimento de acolhida vivenciado por Thomas parte de uma série de ações de integração realizadas pela Assessoria para Assuntos Internacionais, que incluem encontros de boas-vindas, atividades recreativas (como o “Sports Day”, dedicado à prática de esportes), passeios ao Espaço Cultural Unifor, ações de responsabilidade social junto à Escola de Aplicação Yolanda Queiroz e também a tradicional Feira das Nações, na qual os alunos estrangeiros conversam com os alunos Unifor sobre o seu país e Universidade de origem.

Há ainda o “Buddy Program”, em que um discente da Unifor fica responsável por recepcionar um aluno intercambista durante todo o semestre de sua estadia, orientando-o sobre a rotina na Universidade e dando dicas sobre a vida em Fortaleza. Sobre esse último programa, a professora Lina afirma que “é uma experiência única, pois o aluno vai estar bem próximo, antes mesmo de querer fazer intercâmbio, a um aluno estrangeiro, tendo a oportunidade de vivenciar ricas trocas culturais e praticar outras línguas”.

Para Thomas, os eventos realizados pelo escritório permitiram estabelecer conexões que se mantiveram próximas durante a pandemia do novo coronavírus e que o ajudaram na resolução de eventuais problemas. “Apoiado por conferências online realizadas pela Assessoria, eu me senti sempre muito bem cuidado, o que ajudou bastante  durante os tempos de isolamento social em Fortaleza”, compartilha ele.

Sobre as aulas, o intercambista da Alemanha não esconde a satisfação com o corpo docente da Unifor: “Todos os professores têm sido muito mente aberta, sempre amigáveis e abertos a perguntas. Às vezes, após o término das aulas online, nós continuávamos conversando por um tempo sobre negócios e tópicos culturais, o que era tão legal! Manter contato com eles por aplicativos de mensagens também era algo bastante novo e diferente pra mim, o que funcionou muito bem e tornou o ato de fazer perguntas e resolver problemas uma questão de apenas minutos”.