angle-left Unifor inicia teste molecular para Covid-19 em amostras coletadas nas unidades de saúde do Estado

Ter, 5 Maio 2020 14:27

Unifor inicia teste molecular para Covid-19 em amostras coletadas nas unidades de saúde do Estado

A participação da Unifor na análise de exames de Covid-19 é resultado do investimento constante da Fundação Edson Queiroz em seus pesquisadores e nas estruturas de laboratório da instituição.


Serão realizados 3.000 testes/mês e a perspectiva é de ampliação para 6.000 testes/mês. A Unifor não fará coleta de material. (Foto: divulgação)
Serão realizados 3.000 testes/mês e a perspectiva é de ampliação para 6.000 testes/mês. A Unifor não fará coleta de material. (Foto: divulgação)

A Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, iniciou nesta terça-feira (5) as análises de exames na Unidade de Diagnóstico Covid-19 – Unifor. O espaço funcionará 24 horas por dia e 7 dias por semana, contando com 2 Sistemas de PCR quantitativo em tempo real.

Serão realizados 3.000 testes/mês e a perspectiva é de ampliação para 6.000 testes/mês, com resultado emitido em um prazo de 24 a 48 horas, após o recebimento das amostras enviadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen-CE) e Unidades de Saúde definidas pela Secretaria da Saúde (Sesa). A Unifor não fará coleta de material. 

A Unidade de Diagnóstico Covid-19 – Unifor foi instalada no Laboratório de Bioagentes Patogênicos do Núcleo de Biologia Experimental da Universidade de Fortaleza. Validada pelo Lacen, a unidade conta com a dedicação de 20 profissionais de nível médio e superior, dentre eles professores e alunos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas da instituição. 

Núcleo de Biologia Experimental

A Fundação Edson Queiroz realiza investimentos constantes na estrutura e modernização dos laboratórios da Universidade de Fortaleza, a exemplo das instalações do Núcleo de Biologia Experimental (NUBEX). “Essa aparelhagem de alta qualidade contribui para que os testes de Covid-19 sejam realizados no nosso laboratório”, reforça o professor Vasco Furtado, diretor da Diretoria de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Universidade de Fortaleza, que está coordenando a ação na Unifor.  

Profissionais altamente qualificados

Vasco também destaca que o apoio no combate ao novo coronavírus só pode ser dado porque há professores e pesquisadores qualificados, envolvidos na pós-graduação, que vêm sendo regularmente financiados pela Fundação Edson Queiroz e por organismos públicos. “Pesquisa se faz com investimento em pessoas e equipamentos. A participação da Unifor, com seus pesquisadores, professores na pós-graduação, e seus equipamentos nessa campanha de luta contra a Covid-19, é um exemplo de como os investimentos em pesquisa são importantes e necessários para toda a sociedade”, complementa.