angle-left Cineasta Halder Gomes participa do VI Encontrão de Cinema da Unifor

Cineasta Halder Gomes participa do VI Encontrão de Cinema da Unifor

Evento ocorre nesta terça-feira (09), com o tema “Quando Francisgleydisson amofinou a Marvel”


Halder Gomes começou no cinema em 1991, como dublê de lutas em filmes de artes marciais, em Los Angeles, Estados Unidos (Foto: Cinema com Rapadura)
Halder Gomes começou no cinema em 1991, como dublê de lutas em filmes de artes marciais, em Los Angeles, Estados Unidos (Foto: Cinema com Rapadura)

Halder Gomes, cineasta cearense que acabou de estrear o longa-metragem “Cine Holliúdy 2 – A Chibata Sideral” nos cinemas de todo o Brasil, estará na Unifor, nesta terça-feira (09), no VI Encontrão de Cinema da Unifor, promovido pelo curso de Cinema e Audiovisual. O evento acontece às 19h, no Auditório do bloco H (H-85) da Universidade e é aberto ao público.

O tema da sexta edição do Encontrão será “Quando Francisgleydisson amofinou a Marvel”. Halder Gomes contará como a sequência de “Cine Holliúdy” (2012) ficou à frente da superprodução “Capitã Marvel” nas bilheterias do Ceará. A obra, que estreou nos cinemas do Nordeste e em Brasília no último dia 21 de março, é a primeira a tirar uma produção da Marvel do topo das bilheterias.

Em menos de uma semana de sua estréia, a produção nacional já tinha vendido mais de 70 mil ingressos, aparecendo em quarto lugar no ranking nacional, mesmo sem ter estreado em São Paulo e no Rio de Janeiro. No último dia 4 de abril, o filme estreou para todo Brasil.

A saga do filme Cine Holliúdy é uma das mais vitoriosas trajetórias do cinema nacional, em termos de performance de bilheteria. No primeiro longa, o público acompanhou a luta de Francisgleydisson (Edmilson Filho), proprietário do cinema de Pacatuba (CE) - o “Cine Holliúdy” - para manter viva a paixão pela sétima arte.

Dez anos se passaram e, em “Cine Holliúdy 2 - A Chibata Sideral”, a popularização do televisor obriga Francisgleydisson a fechar o seu cinema e ir morar na casa da sogra com a esposa (Miriam Freeland) e seu filho Francin (Ariclenes Barroso). Após uma experiência com a aparição de alienígenas, ele tem a ideia de rodar um longa-metragem de ficção científica.

Sobre o diretor

Halder Gomes nasceu em Fortaleza, em 1967, mas passou sua infância em Senador Pompeu, interior do Ceará. Formando em Administração pela Unifor e mestre de Taekwondo, começou no cinema em 1991, como dublê de lutas em filmes de artes marciais, em Los Angeles, Estados Unidos. Diretor, produtor e roteirista, ficou conhecido por seus curtas-metragens “Cine Holiúdy - O astista contra o caba do mal” (2004), que serviu de embrião para o longa “Cine Holliúdy”, e “Loucos de futebol” (2007), documentário que homenageia o time do Fortaleza Esporte Clube. Dirigiu, ao lado de Glauber Filho, cineasta e professor da Unifor, o drama espírita “As mães de Chico Xavier” (2011). Em 2013, Cine Holliúdy foi o 12º filme nacional mais visto do ano, com 483 mil espectadores. Gomes continuou investindo na comédia, com “O shaolin do Sertão”, “Os parças” e a sequência “Cine Holliúdy 2”.

Sobre o Encontro

Momento de diálogo e de recepção dos novos alunos da graduação em Cinema da Unifor, o Encontrão busca instigar a partilha de experiências entre veteranos do cinema e futuros cineastas. Já passaram pelo evento: o cubano Carlos Lechuga (I Encontrão); Karim Ainouz, Marcelo Gomes e Sérgio Machado (II Encontrão); Murilo Hauser e Fernando Nogari (III Encontrão); o documentarista João Moreira Salles (IV Encontrão) e, recentemente, o cearense Armando Praça (V Encontrão).

A coordenadora do curso de Cinema da Unifor, Bete Jaguaribe, observa a importância do debate em torno da experiência do cinema de Halder Gomes. “É uma experiência extraordinária, porque é um filme que enfrenta e vence o monopólio do cinema americano nas salas brasileiras”, afirma a professora. “A performance de Cine Holliúdi é uma oportunidade preciosa para debatermos tanto a trajetória de mercado como essa relação de sedução que o filme estabelece com o público”, completa.

Serviço

VI Encontrão de Cinema
Dia 9 de abril de 2019 (terça-feira)
Horário: 19h
Local: Auditório do Bloco H (H-85)
Aberto ao Público