angle-left Live marca lançamento da campanha Doe de Coração 2020 no dia 8 de setembro

Qua, 2 Setembro 2020 15:22

Live marca lançamento da campanha Doe de Coração 2020 no dia 8 de setembro

A partir de atividades virtuais e também presenciais, movimento visa conscientizar a população sobre a importância da doação de órgãos e tecidos.


Em sua 18ª edição, campanha visa ampliar a rede de doadores no estado do Ceará. (Foto: Ares Soares)
Em sua 18ª edição, campanha visa ampliar a rede de doadores no estado do Ceará. (Foto: Ares Soares)

A campanha Doe de Coração 2020, organizada pela Fundação Edson Queiroz, será lançada dia 8 de setembro com painel virtual sobre “Desafios e panorama da área de transplantes de órgãos e tecidos no Brasil em tempos de pandemia”, a partir de 19h. O evento terá a presença do médico Tadeu Thomé, coordenador do Programa de Transplantes do Hospital Sírio-Libanês, da professora Bartira de Aguiar Roza, coordenadora técnica da Escola Paulista de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo (EPE/Unifesp), e do professor Edison Henriques Jr., transplantado renal.

Além desse painel de lançamento, a programação da Doe de Coração 2020 prevê a realização de mais três lives durante todo o mês de setembro, sempre abordando temas relacionados à doação e transplante de órgãos e tecidos no Ceará e no Brasil. Todas as lives serão transmitidas pela TV Unifor (canal 181 da NET), pelo Facebook e pelo YouTube.

Também a partir do dia 8, acontece a distribuição de camisas entre alunos e professores da Universidade de Fortaleza (sorteio nas redes sociais), funcionários do Grupo Edson Queiroz, além de profissionais da imprensa, profissionais da saúde e pacientes de hospitais públicos e privados do Ceará. Dentre eles: Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Instituto Dr. Jose Frota (IJF), Hospital Albert Sabin, Hospital de Messejana, Hospital Geral Waldemar de Alcântara, Hospital Universitário Walter Cantídio, Hospital Antônio Prudente, Hospital Gastroclínica, Hospital Regional Unimed, Hospital São Carlos, Hospital Monte Klinikum e Hospital Cura D'ars - São Camilo.

A partir do dia 12, ao longo do mês de setembro, vão iniciar as ações presenciais de conscientização em pontos estratégicos de Fortaleza, tais como Praça do Ferreira, Shopping Iguatemi, Avenida Beira Mar (Praça dos Estressados) e Parque do Cocó. Neste período, chamado “Setembro Verde”, acontece a celebração do Dia Nacional de Doação de Órgãos, em 27 de setembro, que ganha força com a presença ativa da campanha Doe de Coração. 

Cenário e desafios 

Em virtude da pandemia, o número de doadores de órgãos no Brasil caiu 6,5% no primeiro semestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo dados levantados pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO). Um dos principais motivos para a queda está ligado ao fato de que as vítimas da Covid-19 não podem ter seus órgãos oferecidos a um novo receptor por conta do risco de contaminação da doença. Além disso, no auge da pandemia, com o avanço do número de infectados, os leitos dos hospitais foram majoritariamente destinados aos pacientes com Covid-19. 

Apesar dos impactos da pandemia, o Brasil permanece referência mundial em doação de órgãos e tecidos, contando com o maior sistema público de transplantes do mundo e figurando, em números absolutos, como o segundo país que mais transplanta, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, segundo dados do Ministério da Saúde. Em nível local, o estado do Ceará nunca parou com as ações de transplante, destacando-se no cenário nacional ao desenvolver protocolo de atendimento especial para potenciais doadores. E desde junho, com a pandemia mais controlada, as doações já apresentam sinais de melhora e todos os transplantes já voltaram a acontecer nos hospitais cearenses. 

Diante do contexto, a médica nefrologista Polianna Lemos (foto), coordenadora da campanha Doe de Coração 2020, destaca que o principal desafio deste ano será estimular esse ato de solidariedade como uma estratégia de superar os danos da pandemia. Dessa forma, parte da programação está destinada a informar e conscientizar as famílias e os próprios receptores, que ainda estão temerosos de receberem um órgão contaminado pelo novo coronavírus. 

 

Confira aqui programação detalhada.

Live 1
Data: 08/09/20
Horário: 19h às 21h
Convidados: Dr. Tadeu Tomé, coordenador do Programa de Transplantes do Hospital Sírio-Libanês, Prof. Edison Henriques Jr., transplantado renal, e Profª Drª Bartira de Aguiar Roza, coordenadora-técnica da Escola Paulista de Enfermagem da Universidade Federal de São Paulo (EPE/Unifesp) 
Tema: Desafios e um panorama da área de transplantes de órgãos e tecidos no Brasil em tempos de pandemia

Live 2
Data: 15/09/20
Horário: 19h às 20h
Convidados: Dr. Edson Arakaki, gastroenterologista, transplantado renal e presidente da Associação Brasileira de Transplantados (ABTx), e Luciane de Lima, advogada da ABTx
Tema: A qualidade de vida e a reinserção do transplantado

Live 3
Data: 22/09/20
Horário: 19h às 20h
Convidados: Dr. Huygens Garci, presidente da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), e Drª Tainá de Sandes (99924.2439), professora de Nefrologia da UFC e coordenadora do Departamento de Transplante Renal da ABTO
Tema: Impactos da Covid-19 na doação de órgãos e transplantes

Live 4
Data: 29/09/20
Horário: 19h às 20h
Convidados: Professora Polianna Lemos, coordenadora da Campanha Doe de Coração, e Eliana Régia Barbosa, coordenadora da Central Estadual de Transplantes do Ceará 
Tema: Resultados da campanha Doe de Coração e perspectivas da doação de órgãos e tecidos no Ceará
 

Haverá realização de quiz e premiação com camisas da Doe de Coração.

Locais: Praça do Ferreira, Shopping Iguatemi, Avenida Beira Mar (Praça dos Estressados) e Parque do Cocó