angle-left Conheça as cinco áreas da graduação que estão em alta

Sex, 31 Julho 2020 10:20

Conheça as cinco áreas da graduação que estão em alta

Tendências apontam profissões que terão destaque cada vez maior após a pandemia.


As transformações geradas pela pandemia alteram diretamente o mercado de trabalho. A tecnologia é o ponto congruente de todas as modificações. (Foto: Getty Images)
As transformações geradas pela pandemia alteram diretamente o mercado de trabalho. A tecnologia é o ponto congruente de todas as modificações. (Foto: Getty Images)

Para além dos cuidados com a saúde, a pandemia de Covid-19 alterou modos de relacionamento, potencializou novas formas de consumo e acelerou o processo de transformação digital na sociedade. Essas mudanças alteram diretamente o mercado de trabalho, apontando tendências que vão refletir em algumas profissões e suas competências. 

Cinco novas graduações estão em alta neste contexto e terão destaque cada vez maior após a pandemia. São elas: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Cinema e Audiovisual, Energias Renováveis, Engenharia de Controle e Automação e Marketing. Esta tendência aponta a educação superior como primordial para preparar os profissionais diante dos novos desafios e oportunidades no mercado de trabalho. 

A tecnologia é o ponto congruente de todas as modificações em curso e certamente das que virão quando toda essa onda pandêmica passar. A seguir, os coordenadores dos cursos em questão ofertados na Universidade de Fortaleza comentam sobre a atuação profissional, a formação diferenciada do aluno Unifor e a empregabilidade em tempos de pandemia e pós-pandemia. 

Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Com o crescimento da área de Engenharia de Software e seus avanços tecnológicos, há   um desfalque de profissionais qualificados que se adequem às vagas disponíveis no mercado. Além do conhecimento técnico, os recrutadores buscam profissionais com bom nível de inglês e habilidades como criatividade e capacidade de trabalhar em equipes diversas. 

De acordo com o professor José Alzir, a graduação tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Unifor oferece todas as condições necessárias para preparar os profissionais para essas exigências do mercado. “De maneira rápida, mas com uma formação de alta qualidade, nosso egresso se torna apto a desenvolver soluções inovadoras baseadas em software para problemas do mundo real”.

Na visão do professor, com os desafios impostos pela pandemia, os profissionais de ADS precisarão se reinventar para: acelerarem o processo de transformação digital, serem capazes de criar e entregar rapidamente novos aplicativos e serviços em nuvem, impulsionarem a cultura de automação e implantarem aplicativos corporativos em plataformas de nuvem híbrida.

Cinema e Audiovisual

A principal competência do profissional de cinema e audiovisual está relacionada com a capacidade que ele tem para compreender as sensibilidades do mundo contemporâneo, que são orientadas no sentido da diversidade e de mudanças permanentes. Em termos de habilidade, destacam-se duas: criar e desenvolver projetos, e escrever roteiro.

Conforme avalia a professora Bete Jaguaribe, coordenadora do curso de Cinema e Audiovisual da Unifor, os avanços tecnológicos instauraram uma enorme demanda de conteúdos audiovisuais, acessados a partir da internet. “E, nesse momento de pandemia, a presença do audiovisual tornou-se, inclusive, uma questão de sobrevivência”, pontua.

A professora levanta o questionamento: “o mundo teria sobrevivido sem o audiovisual, as tecnologias da comunicação e as artes no contexto de pandemia?”. Ela reflete que muito dificilmente não. “Então, eu acho que a importância do trabalhador de audiovisual nunca foi tão importante para o mundo”, complementa. 

Energias Renováveis

O segmento de Energias Renováveis está em alta porque os combustíveis fósseis estão se esgotando e as preocupações ambientais e climáticas têm se tornado muito mais presente, tanto por parte de alguns governos, quanto por parte de empresas. Com isso, observa-se uma transformação da matriz energética brasileira.

Assim, os profissionais da área de Energias Renováveis devem compreender quais são as necessidades do local onde atuam e quais tecnologias melhor viabilizam a geração de energia renovável (solar, eólica e biomassa). O Nordeste, por exemplo, está se tornando exportador de energia eólica e solar, aumentando as possibilidades de emprego. 

Na avaliação o professor Bruno Almeida, coordenador do curso tecnológico de Energias Renováveis da Unifor, o contexto de pandemia não alterou o cenário crescente de demanda por energias renováveis. Entretanto, aponta reinvenções para os profissionais: “O mercado atual requer profissionais adaptáveis, com inteligência emocional para trabalhar em diversos ambientes, e que busque atualização contínua”, destaca. 

Engenharia de Controle e Automação

O profissional formado em Engenharia de Controle e Automação é quem planeja, opera e realiza manutenção de equipamentos utilizados nos processos automatizados de indústrias em geral. Mesmo após a pandemia, a implementação do uso de robôs permanecerá acelerada, aumentando a necessidade de profissionais qualificados na área.

O novo cenário traz como tendência não apenas a robótica, mas também a análise de dados e a Internet das Coisas, o que justifica, segundo a coordenadora do curso de Engenharia de Controle e Automação da Unifor, professora Lúcia Barbosa, a necessidade imperiosa dos profissionais estarem atentos aos conhecimentos tecnológicos.

O nível de automação nesse novo paradigma é ainda mais alto e integra as mais novas tecnologias do momento: simulação, impressão 3D, análise de dados e big data. Na Unifor, oferecemos formação voltada para área industrial, mas que se insere de forma consistente nos domínios da computação, o que faz o profissional formado aqui ter grandes oportunidades de se inserir nessa onda de inovações que surgem”, diz Lúcia. 

Marketing

A digitalização do consumo já apresentava perspectivas de crescimento, mas a atual crise sanitária acelerou o processo. Da noite para o dia, as empresas tiveram de se adaptar ao modelo, situação que consequentemente está demandando pessoas qualificadas na área de marketing digital. 

Neste contexto, o analista de marketing digital é um profissional estratégico. O professor Jeimes Alencar, coordenador da graduação tecnológica de Marketing da Unifor, destaca que a área de marketing é para quem gosta de metas, resultados, quem deseja estudar e entender as mudanças do mercado, percebendo variáveis e criando estratégias assertivas para um produto ou uma marca.

Na pandemia, houve um aumento de 40% no número de usuários de internet no Brasil. “Então, o profissional de marketing digital vem fazendo toda a diferença, pois se tornou um elo de estratégia, entre valor de marca e usuário. Após a pandemia, vai continuar sendo muito necessário. As empresas já tinham uma perspectiva do online como sendo importante. Após a pandemia passa a ser uma realidade”, avalia.