angle-left Professora da Pós-graduação em Psicologia da Unifor apresenta pesquisa sobre esquizofrenia na França

Qui, 14 Junho 2018 10:45

Professora da Pós-graduação em Psicologia da Unifor apresenta pesquisa sobre esquizofrenia na França

Estudo realizado na Unifor foi apresentado na Universidade Paris Diderot e teve como tema “Fenomenologia Clínica da Esquizofrenia”.


Virgínia Moreira coordena o APHETO, Laboratório de Psicopatologia e Clínica Humanista Fenomenológica, do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Unifor (Foto: Ares Soares)
Virgínia Moreira coordena o APHETO, Laboratório de Psicopatologia e Clínica Humanista Fenomenológica, do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Unifor (Foto: Ares Soares)

A professora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia e do curso de Psicologia da Unifor, Virgínia Moreira, teve seu projeto sobre a Fenomenologia Clínica na Esquizofrenia selecionado para apresentação na Universidade Paris Diderot, em Paris, França. A Fenomenologia Clínica utiliza a fenomenologia, método originalmente criado no campo da filosofia, para o estudo dos transtornos mentais, nas  áreas da psiquiatria, psicopatologia, psicoterapia e psicologia clinica.

A apresentação dos resultados parciais da pesquisa se deu no Colóquio Franco-Brasileiro de Fenomenologia Clínica, evento organizado pelo APHETO (Laboratório de Psicopatologia e Clínica Humanista Fenomenológica da Unifor), em parceria com o Centre de Recherches Psychanalise, Médicine et Societé (CRPMS) da Université Paris Diderot - Paris 7, como parte da colaboração internacional de co-tutela de doutorado entre a professora Virgínia Moreira e Makeike Wolff-Fédida (Paris 7). Os trabalhos apresentaram o panorama contemporâneo das pesquisas sobre esquizofrenia, estudo sobre o corpo vivido e angústia na esquizofrenia, bem como estudo de caso clínico.

Segundo Virgínia Moreira, a maior satisfação foi apresentar o projeto de pesquisa juntamente com sua equipe do APHETO. “Já fui várias vezes à Université Paris-Diderot - Paris 7 para apresentar seminários, como convidada ou outras ocasiões, mas sempre fui sozinha. Desta vez foi especial porque pude compartilhar esse momento importante com meus parceiros de trabalho, o que foi possível com o apoio da Unifor à grupos de pesquisa”, relata a professora.

Acompanharam e fizeram parte da equipe de apresentação os professores Anna Karynne Melo, Georges Boris, Lucas Bloc e Juliana Pita, que mostraram os resultados de trabalhos vinculados ao Edital 30/2017 lançado pela Unifor, que tem como objetivo apoiar a pesquisa científica e a inovação na Universidade, através do financiamento de projetos, além de fomentar a pesquisa multidisciplinar que envolve a interação entre professores inseridos em programas de pós-graduação stricto sensu com os outros pesquisadores.

Sobre o APHETO

Utilizando uma lente humanista fenomenológica, o APHETO é o Laboratório de Psicopatologia e Clínica Humanista Fenomenológica da Unifor que tem como objetivo desenvolver atividades de pesquisa, ensino e extensão em psicopatologia e clínica. As pesquisas desenvolvidas em fenomenologia clínica utilizam uma perspectiva crítico-cultural, que busca compreender (pesquisa), formar pesquisadores (ensino) e propor estratégias de intervenção (extensão) nos diversos campos clínicos.