angle-left “O que a arte pode fazer por nós?”: mediadores do Espaço Cultural Unifor respondem em vídeo

Sex, 22 Maio 2020 17:12

“O que a arte pode fazer por nós?”: mediadores do Espaço Cultural Unifor respondem em vídeo

Iniciativa levantou reflexões sobre o objetivo da arte, suas potencialidades de expressão e interpretação.


O Espaço Cultural Unifor é mantido pela Fundação Edson Queiroz. (Foto: Saulo Galdino)
O Espaço Cultural Unifor é mantido pela Fundação Edson Queiroz. (Foto: Saulo Galdino)

“Sentimento”, “identificação”, “expressão”, “sensibilidade”, “curiosidade”, “acolhimento” e “transformação” são algumas das palavras proferidas por mediadores do Espaço Cultural Unifor quando perguntados “O que a arte faz por nós?”. O equipamento artístico da Universidade de Fortaleza, que pertence à Fundação Edson Queiroz, lançou o questionamento aos alunos que dele fazem parte, e o compilado de respostas resultou em um vídeo publicado nas redes oficiais da instituição. 

“As expressões e manifestações do ser humano em relação à vida, ao universo, às suas próprias emoções e experiências são comportamentos que muitos chamam de arte. [...] A arte em uma sociedade pode revelar muito sobre as experiências do presente, sobre o próprio artista e sua relação com o mundo, assim como sobre as pessoas que entram em contato com a obra”, comenta a professora Adriana Helena, gestora do Espaço Cultural Unifor.

Sobre a iniciativa, ela explica: “Por conta da quarentena e desse momento de recolhimento e reflexão, observamos uma grande quantidade de manifestações artísticas das mais diversas linguagens nas redes sociais, e percebemos que apesar do distanciamento, a arte aparece como elo para nos unir, uma forma de humanizar a sociedade. Então, provoquei os mediadores e as mediadoras do Espaço Cultural Unifor a falarem, a partir de uma perspectiva pessoal, o que arte pode fazer por cada um de nós”.

Confira o vídeo na íntegra.

Arte & conexão 

As respostas dos mediadores, que são alunos de diversos cursos da Unifor, expõem muitas de suas experiências e questionamentos íntimos em relação ao tema. No vídeo, são também citados diversos artistas contemplados no acervo de obras da Fundação Edson Queiroz, como Eliseu Visconti, Lygia Clark, Vik Muniz, Anita Malfatti, Hélio Oiticica e Adriana Varejão.

“A Fundação Edson Queiroz sempre deu muito incentivo às artes e aos artistas. Não é pra tanto que temos atualmente na Unifor um grande acervo cultural que ‘vira e mexe’ viaja por museus do mundo inteiro”, conta Ana Clara, que é estudante de Psicologia. “Acredito que ser aluna da Unifor e, principalmente, mediadora do Espaço Cultural, é viver em contato com o meio artístico e ser influenciada por artistas o tempo inteiro, tendo a oportunidade de conhecê-los melhor e enriquecer nossos conhecimentos”. 

Para Yasmin Albuquerque, aluna de Arquitetura e Urbanismo e mediadora do Espaço, o convite para o vídeo propiciou um momento positivo de reflexão. “Pensar sobre o que a arte pode fazer por nós, principalmente nos tempos obscuros que estamos vivenciando, foi como um ‘respiro’, pois trouxe esse momento de olhar para si próprio e analisar como acontece essa relação tão única [com as artes]. Pudemos refletir sobre o quanto cada um tem uma conexão, um vínculo tão pessoal e que tem todo um valor emocional”, compartilha a estudante.