null Moema RA: Totem interativo permite tirar fotos com mascote em realidade aumentada

Seg, 13 Junho 2022 16:20

Moema RA: Totem interativo permite tirar fotos com mascote em realidade aumentada

O Vortex, ambiente de formação vinculado à Diretoria de Tecnologia da Universidade de Fortaleza, foi um dos executores do projeto  


Colaboradores do Vortex/DTec que participaram da criação do totem Moema RA (Foto: Lucas Plutarcho)
Colaboradores do Vortex/DTec que participaram da criação do totem Moema RA (Foto: Lucas Plutarcho)

O Vortex - ambiente de formação vinculado à Diretoria de Tecnologia (DTec) da Universidade de Fortaleza, instituição de ensino da Fundação Edson Queiroz -, desenvolveu o totem interativo, intitulado Moema RA, em parceria com a Diretoria de Comunicação, Marketing e Comercial. A iniciativa tem o intuito de proporcionar às pessoas, por meio do equipamento, tirarem fotos com a Moema, mascote da Unifor, em realidade aumentada para guardar como lembrança e compartilhar nas redes sociais.

De acordo com Fernando Ferreira, coordenador de Formação e Inovação e responsável pelo Vortex, a iniciativa tem o objetivo de “proporcionar uma experiência memorável que não é possível no mundo real, para que as pessoas criem um vínculo com nossa instituição, por meio de fotos com nossa mascote”.

Inspiração

O processo criativo do equipamento contou com a participação de colaboradores da DTec e alunos dos cursos de graduação. O protagonismo do corpo discente no desenvolvimento da iniciativa reforça a inserção de graduandos em projetos de relevância social, uma vez que a criação de produtos tecnológicos e inovadores é uma das expertises da Unifor. 

Um dos idealizadores do projeto, Fernando trouxe a referência para o totem inspirado no Dallas Cowboys, equipe de futebol americano. A partir do modelo citado, foram realizadas reuniões para alinhar expectativas e pretensões da Diretoria de Comunicação, Marketing e Comercial de modo a desenvolver o produto.

Lançamento


Moema RA foi lançada durante a edição deste ano do DFB Festival (Foto: Acervo Pessoal)

Lançado durante o DFB Festival  2022, realizado nos últimos dias 25 a 28 de maio, o Moema RA atraiu inúmeros visitantes ao stand da Unifor, além dos estudantes envolvidos no projeto.“O DFB contribuiu para a aceleração do projeto com um prazo bastante desafiador. Neste cenário, os alunos foram ainda mais exemplares no desenvolvimento, considerando a qualidade da entrega. Mesmo diante de muitas adversidades e um grande volume de demandas para sustentar simultaneamente, eles prestaram um excelente trabalho. Só tenho a parabenizar”, destaca Fernando Ferreira. 

Importância dos alunos 

Essenciais para a realização da Moema RA, os alunos da graduação da Universidade de Fortaleza desenvolveram habilidades e competências em suas respectivas áreas de atuação durante o projeto. Em depoimento, eles falam sobre a experiência. Confira: 


Moema RA foi lançada durante a edição deste ano do DFB Festival (Foto: Acervo Pessoal)

Henrique Abalen (Engenharia Mecânica) atua como designer e contribuiu com modelagem 3D das roupas e animações da Moema. Ele avalia que a participação no projeto é fundamental para a própria formação acadêmica. "Acho que o futuro está muito voltado para a informática, trabalhar nesse meio agrega como diferencial. Além disso, a realização de projetos 3D, mesmo não voltados para minha área, me dão uma bagagem muito boa para aprender e desenvolver projetos 3D cada vez mais complexos”.

Thamires Stoppelli (Análise e Desenvolvimento de Sistemas) cooperou como designer do sistema web administrativo realizando o design de telas de baixa à alta fidelidade, protótipo interativo e auxiliando em eventuais ajustes, complementos e alterações na aplicação. A aluna elenca as oportunidades proporcionadas pela Unifor. "Estou adquirindo conhecimentos essenciais na minha formação profissional e acadêmica, me possibilitando a aquisição tanto de competências técnicas nas áreas de UI/UX Design e desenvolvimento web e mobile, quanto o aprimoramento de habilidades interpessoais, como resiliência e comunicação assertiva”.

Além deles, o aluno Victor Borborema (Ciência da Computação), que desenvolveu a aplicação do projeto em tablet e TV, ressalta a importância do espaço de formação da Universidade. “Essa oportunidade de estágio no Vortex mudou minha vida, passei a aprender muito mais e evoluir mais pessoalmente e profissionalmente. Além do estágio, a Unifor tem proporcionado oportunidades nas aulas da graduação”. 

Sobre a Vortex

O Vortex tem a missão de contribuir para a formação de alunos na área de tecnologia da informação e comunicação. Isso ocorre por meio de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, captados dentro e fora da Universidade, que buscam o desenvolvimento de soluções tecnológicas. 

Esse ambiente de formação atua com sistemas web responsivos, aplicações móveis, design de experiência e de interação do usuário (UX/UI design), inteligência artificial, internet das coisas (IoT), realidade aumentada e realidade virtual. Com mais de 10 anos de atuação, o equipamento adquiriu expertise na área da saúde (projetos ehealth e mhealth), mas também possui aplicações em todas as áreas de conhecimento da Unifor.

Estude na Unifor

O processo seletivo 2022.2 segue com inscrições abertas para as seguintes modalidades: vestibular, nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nota de processos seletivos anteriores da Unifor, transferência e segunda graduação, além da reabertura de curso.

Envolvidos no projeto

1. José Fernando Rodrigues Ferreira Neto - Coordenador de Projetos
2. Jonatas Silva Pereira - Técnico em Mecatrônica
3. Yuri Nekan Soares Fontes - Desenvolvedor de Software
4. Matheus Leite Pirani Mafra - Analista de Projetos
5. José Eurico de Vasconcelos Filho - Diretor de Tecnologia

1. Victor Borborema Paes Barreto - Ciência da Computação
2. Victor Freitas Vince Alves Formado - Engenharia de Controle e Automação
3. Breno Colaço da Nóbrega Costa - Ciência da Computação
4. Paulo de Castro e Silva Capelo - Ciência da Computação
5. João Paulo Azevedo Moreira - Análise e Desenvolvimento de Sistemas
6. João Matheus Martins dos Santos - Engenharia da Computação
7. Nathan Costa Mattos - Ciência da Computação
8. Henrique Abalen Lage - Engenharia Mecânica
9. Eduardo Santos de Souza - Análise e Desenvolvimento de Sistemas
10. Thamires Stoppelli Ribeiro - Análise e Desenvolvimento de Sistemas
11. Paulo César Holanda Diógenes Neto - Engenharia de Controle e Automação
12. Davi Sisnando Studart da Fonseca - Ciência da Computação
13. Francisco Jonas Timbaúba Barroso - Ciência da Computação
14. Lucas Queiroz Frota - Publicidade e Propaganda
15. Gabriel Brito Pinto - Ciência da Computação
16. Maria Luisa Maia Sousa - Arquitetura e Urbanismo
17. Rubens Albuquerque Diniz - Ciência da Computação
18. Lucas Alves de Oliveira - Ciência da Computação
 

News Navigation Portlet está temporariamente indisponível.