angle-left Coordenadora da Escola de Saúde da Pós conta sua experiência no Mestrado em Ciências Médicas

Sex, 13 Março 2020 18:21

Coordenadora da Escola de Saúde da Pós conta sua experiência no Mestrado em Ciências Médicas

Carla Marineli destaca que o Mestrado em Ciências Médicas atuou como agente transformador na sua carreira. Em breve, a Universidade de Fortaleza lançará edital para nova turma.


"A visão sistêmica que o mestrado me trouxe foi fundamental para conquistar a posição que exerço atualmente", destaca Carla Marineli

O Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas da Universidade de Fortaleza tem sido uma experiência transformadora e um divisor de águas na carreira de muitos profissionais, como da Carla Marineli. A paulista e fonoaudióloga por formação chegou ao Ceará há 20 anos e desde então vem construindo e crescendo na sua carreira profissional. Atualmente é coordenadora da Escola de Saúde da Pós
A trajetória da fonoaudióloga na academia iniciou na Universidade de Fortaleza, no ano de 2013, com o convite para assumir a coordenação do curso de Audiologia da Pós Lato Sensu. Em 2014, surgiu o interesse de enveredar na pesquisa científica, a partir do Mestrado em Ciências Médicas, reconhecido por ela como uma experiência transformadora. 

O mestrado me trouxe frutos incríveis, com um corpo docente qualificado e uma estrutura curricular completa e muito boa, além dos trabalhos em equipes que me deram amigos para o resto da vida. Outro fator transformador na minha carreira foi a experiência com profissionais de outras áreas da saúde, ou seja, a interdisciplinaridade na qual fomos colocados”, destaca a fonoaudióloga. 

Ainda no início do mestrado, Carla Marineli assumiu a coordenação da Escola de Saúde da Pós, o que lhe proporcionou outra visão da Fonoaudiologia, a de gestão. “Atuei em minha carreira em clínicas, hospitais e indústrias como fonoaudióloga. Atualmente, continuo nessa atuação, mas hoje sou uma profissional completa. Além da atuação clínica, tenho experiência em educação e gestão por conta das atividades de coordenação e, depois do mestrado, também me encantei com a pesquisa, tanto que atualmente faço doutorado”, conta. 

Visão sistêmica para atuação no mercado
“O profissional de saúde é muito focado apenas na sua área de atuação. O Mestrado em Ciências Médicas quebra um pouco disso porque é interdisciplinar. Durante as aulas, convivemos com profissionais de diversas áreas: médicos, dentistas, fisioterapeutas, psicólogos etc. Isso foi muito bom para a minha formação e proporcionou uma visão mais sistêmica da área de saúde, pois naquele momento, eu não era mais só fonoaudióloga, eu comecei a pesquisar com profissionais de outras áreas. Essa visão sistêmica que o mestrado me trouxe foi fundamental para conquistar a posição que exerço atualmente. Consigo implementar no mercado de trabalho os conhecimentos que a pesquisa me trouxe”, ressalta Carla.

Saiba mais sobre o Programa 
O Mestrado em Ciências Médicas tem duas áreas de concentração: Ciências Médicas, com linhas de pesquisa em “Estudos Clínicos em Ciências Médicas” e “Estudos Translacionais em Ciências Médicas”; e Ensino em Saúde, com a linha de pesquisa “Educação e Desenvolvimento em Ciências Médicas”. Com metodologia diferenciada, o programa trabalha nos alunos o desenvolvimento de novas habilidades consideradas essenciais para os profissionais do século XXI, tais como liderança, capacidade de tomar decisões, compromisso social, consciência global, capacidade criativa e de inovação. Em breve, será lançado edital de inscrição para nova turma.

Mais informações:
ppgcm@unifor.br ou (85) 3477.3846.

News Navigation Portlet está temporariamente indisponível.